Trapper's Delight - Pra fazer seus amigos bufarem de ódio

Livros como O Segredo, afirmam que todos podem conseguir o que quiserem e que o universo dá espaço a todos. No entanto o que vemos no cotidiano é um pouco mais... Caótico... Alguém tem que se dar mal pra alguém se dar bem. E Trapper's Delight é um jogo para grupos de amigos que tem foco bem nisso e é capaz de gerar gritaria, gargalhadas e fúria ao mesmo tempo.



Existem alguns jogos desse estilo que tem história, tipo Town of Salem, no entanto o foco desse é ser um party game bem puro, sem muito sentido em relação à trama e com um foco maior na diversão rápida e sem compromisso. Ou seja, é daqueles jogos que você abre ocasionalmente para jogar com os amigos.

A jogabilidade é simples, grupos de até quatro jogadores tem que atravessar uma área de um ponto a outro. Simples assim! Só que tem um probleminha... Essa área vai estar repleta de armadilhas que vão mudar a cada rodada, ficando um ambiente cada vez mais lotado até o ponto de virar um caos total, deixando os participantes em desespero.

As partidas começam com os jogadores livres para colocar as armadilhas onde bem entenderem, eles tem alguns segundos para colocar três armadilhas ou iscas, como por exemplo uma moedinha em cima de um trampolim que lança quem pisar pra dentro de um buraco cheio de magma ou um lançador de dardos em uma árvore.

As armadilhas vão se acumulando a cada rodada e se torna impossível não se lembrar de jogos como Mario Party, onde a gritaria e frustração é constante. As gargalhadas acabam surgindo pelos absurdos também, afinal de contas um lugar que antes era tranquilo de se passar pode estar exageradamente hostil na rodada seguinte.
Algo engraçado é que não consegui parar de pensar em dois cardgames, o Munchkin e Illuminati NWO, que apesar de serem outro tipo de mídia e com jogabilidade diferente, a ideia de traição acaba ficando bem fixa, apesar de você não estar exatamente traindo os seus amigos, já que desde o início, Trapper's Delight não os coloca como parceiros.

Os gráficos são fofinhos pra caramba, colocando uma visão isométrica e gráficos em voxel, aqueles quadradinhos estilo The Kindred. É um daqueles jogos que tem uma baita simplicidade no visual, mas é exatamente esse um dos detalhes que acabam fazendo ele ficar bastante bonito e dando um charme especial à coisa.

Enfim, é um jogo divertido para se passar o tempo, daqueles que você do nada decide jogar com os amigos. As partidas não são muito demoradas, mas também não são de dois minutos, dá pra fazer uma partida e sair com aquela sensação de satisfação por ter se entretido com algo, ou dá pra fazer várias e gastar um bom tempo na coisa, vale a pena comprar se você chamar os amigos para comprarem junto.

Comentários