Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 27 de junho de 2017

Paradigm | Criador do jogo distribuiu keys no piratebay

Se tem uma coisa que passei a achar tranquila é a pirataria. Não acho que empresas devam parar de lutar contra ou tomar medidas, mas acho que algumas são exageradas demais no surto. E o caso do jogo Paradigm mostra bem que quando se é bacana com a comunidade, ela retribui a gentileza. O negócio é que o cara foi distribuir keys do jogo dele no piratebay.


Como todo mundo sabe, qualquer jogo que é lançado, vai ser pirateado, simplesmente não tem jeito, ele para no mundo da pirataria uma hora. E o mesmo aconteceu com o indie Paradigm. Até aí tudo bem, no entanto tudo começo quando, pra surpresa de todos, o próprio criador Jacob Janerka apareceu na página de download do jogo no piratebay e deixou a seguinte mensagem:

"E aí galera, eu sou Jacob, o criador de Paradigm. Eu sei que alguns de vocês legitimamente não podem pagar pelo jogo e eu fico feliz que vocês possam jogar mesmo assim. =). Se vocês gostarem, por favor digam para os seus amigos ou até mesmo considerem comprá-lo depois."

Aí ele continuou com um "Aqui vão algumas keys extras do jogo original."  e deixou algumas keys, também fez uma sugestão ao uploader do torrent pra por disponível a versão DRM free, que é só um arquivo executável e não precisa fazer gambiarra, bastando instalar.

Aliás, atitude que considero não apenas bacana, como também inteligente, afinal de contas creio que pirataria não é apenas compras não feitas, mas também publicidade, afinal de contas essas pessoas vão falar do jogo se gostarem, isso sem contar que muita gente só compra depois de pegar a versão pirata pra ver se vale a pena.

Só que o mais legal é que graças a isso, o povo começou a responder positivamente, alguns inclusive decidindo pegar a versão original do jogo ao invés de piratear. Quando a história caiu no Reddit, explodiu bastante e o jogo ganhou muito mais visibilidade, com pessoas que nem conheciam comprando o jogo para dar apoio.

Muitas vezes é sim por filhadaputagem da pessoa, no entanto muitas vezes há outros motivos, por exemplo algo que sempre vejo é gente falando que vai baixar pra dar uma olhada, e com a quantidade de jogo bugado, tem empresas que o povo traumatizou, há aqueles que não tem grana nem pra comprar um PC barato, muito menos pra jogos, mas que falam sem parar e espalham muito, entre outros motivos... Sendo assim surtar e dar chilique não parece o caminho certo.

Essa não foi a primeira vez que algo do tipo aconteceu, por exemplo os próprios criadores de Pixel Piracy disponibilizaram ele na versão pirata, mas tem empresas que tem uma visão mais madura do assunto também, por exemplo a CD Projekt Red, que lançou patchs de atualização que também podiam ser usados na versão pirata de The Witcher 3.

Tem também empresas que brincam com a coisa, sabendo que terão versão pirata, como a Starbreeze que colocou instruções de como jogar a versão pirata de Syndicate, e claro, não podemos esquecer de Serious Sam 3, que a versão pirata tem um tipo de DLC próprio, no caso ela adiciona um escorpião rosa gigante assassino.

Maneiro né? Algumas pessoas preferem usar a pirataria de uma forma inteligente, pois convenhamos, isso não tem fim e o poder da comunidade é imenso, sendo assim se empresas fazem pressão, a comunidade se revolta e é pior, é só ver o que os jogadores de PC fizeram com GTA 5, e quem diria que um jogo desse tamanho conseguiria sofrer pressão né?


Um comentário:

Jhonn R'lyeh #ContenteTV disse...

Muito foda o que esse desenvolvedor fez o.O
Mesmo algumas pessoas se aproveitando pra apenas jogarem, foi realmente muito útil pra publicidade do jogo^^