Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 16 de maio de 2017

Ranger Verde: Ano Um - Os primeiros dias de Tommy

O Power Ranger Verde é o favorito de muita gente, e desde que surgiu na série, se tornou um destaque por ser diferente. Hoje em dia mesmo tantos anos depois ele ainda é lembrado com sua adaga invocadora do dragãozord. Quem não lembra do caso do Ranger Verde que entrou em cana? Isso sim é sucesso! Mas todo herói tem seus primeiros dias e isso é contado na HQ Mighty Morphin Power Rangers: Ranger Verde Ano Um.


A história se passa logo depois que o feitiço de Rita Repulsa é quebrado e Tommy deixa de ser um vilão, ele passa então a participar dos Power Rangers, no entanto mesmo sem estar sob o controle da vilã, ele ainda consegue vê-la e constantemente é atormentado. Os outros membros do grupo se esforçam para começar a confiar, mas o jeito estranho de Tommy os deixa cada vez mais desconfiados.

Essa história em quadrinhos tem uma atmosfera mais sombria do que a que conhecemos da série original. É com um clima mais sério, apresentando o dilema de Tommy, essa ideia de "Ano Um" certamente veio de outras HQ's que mostram os primeiros momentos na vida de heróis, como Batman Ano Um, então quem gosta de um toque mais sério certamente vai achar interessante.

Apesar de tudo não é algo que chega a ser considerado sombrio mesmo, sendo assim o público que gosta de algo leve ainda pode usufruir. Por exemplo, ainda tem o Bulk e Skull, aquela dupla trapalhona de "bad boys" que tem na série original. Aqui eles foram modernizados, com um site na internet onde falam sobre os Power Ranges e cobram pelo conteúdo.

Algo muito bacana é que você nota bem a liberdade criativa dos quadrinhos, eu gostei demais do efeito do teletransporte, surge um borrão não muito grande em cima dos personagens. Em alguns casos ficou realmente incrível a coisa, como quando Tommy é atacado em casa e quer proteger a mãe, ele segura a inimiga e a teletransporta com ele para um lugar isolado.

Enfim, essa é uma HQ bacana para fãs, o acabamento feito pela Pixel Media foi de luxo, com capa dura e aquele mesmo formatinho de outras obras lançadas por ela, ficando perfeito para colocar na estante ao lado de obras como Os Filhos da Raposa. Quem se interessar pode conferir aqui.

Nenhum comentário: