Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 10 de maio de 2017

O lutador canguru de Tekken 7 e polêmica com ativistas

Tekken é uma franquia que ganhou uma imensa fama, gerando até mesmo curta metragens feitos por fãs e recebendo jogos alternativos como o crossover com Street Figher. Obviamente algo que atinge grande sucesso, fica mais visível aos olhos e vira alvo também de críticas. E uma treta foi a suposta retirada do lutador Roger Jr (um canguru) graças a ativistas dos animais.


Mas bom, Tekken 7 inicialmente foi lançado no Japão em fliperamas e tinha esse lutador, o negócio permaneceu exclusivo para máquinas por dois anos até chegar a hora da versão para consoles e computador. No entanto teve um probleminha, no fim de 2016 saiu um vídeo australiano em que um canguru segurou um cachorro e o dono deu um murro na cara do bicho, aqui:

Isso gerou polêmica e deixou muita gente revoltada, falando que era desnecessário o cara ter dado uma porrada na cara do bicho já que o cachorro já tinha saído. Outras pessoas por outro lado defendiam que ele estava protegendo o cachorro e por isso fez no meio da adrenalina, mas não porque queria machucar. Katsuhiro Harada, produtor de Tekken, disse o seguinte em entrevista sobre:

“As pessoas estavam reclamando o fato dele ter dado um soco no canguru. Parece que nos últimos anos surgiram ainda mais ativistas de direitos dos animais. Mesmo sabendo que eles provavelmente não vão jogar nosso jogo, eles ainda vão acabar ouvindo sobre um canguru levando socos na cara, e mesmo assim ainda irão reclamar sobre isso."

No fim das contas surgiu um boato de que a Bandai Namco acabou decidindo que para evitar problemas futuros como boicote e coisas assim, o melhor seria cortar de vez o personagem e assim ativistas não iriam fazer marketing negativo do jogo. Mas isso não é verdade! Foi apenas um mal entendido graças à declaração de Harada.

Bom, eu acho bem bacana pessoas que lutam pelos direitos dos animais, tipo aquela campanha que o George R. R. Martin fez para ajudar lobos, no entanto se tem uma coisa que eu acho um saco, são pessoas se metendo com ficção. Poxa, a ficção tá aí exatamente pras pessoas se entreterem com coisas sem ter que acontecer no mundo real. Sei que tem quem diga "Mas as pessoas vão ver e vão querer fazer na vida real!", então que cortem logo jogos, filmes, séries, tudo que tenha violência ou qualquer coisa errada. Fala sério né? Só se a pessoa for pirada, uma pessoa normal no máximo vai começar a praticar artes marciais ou comprar um daqueles sacos de pancada e descer o cacete nele em casa.

Nenhum comentário: