Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 24 de abril de 2017

A polêmica troca de Educação Fìsica por LoL em escolas

Gostando ou não, League of Legends sem sombra de dúvidas é um jogo que conseguiu atingir um sucesso surpreendente, gerando subprodutos como aquela bizarríssima versão chinesa pirata do jogo ou mesmo coisas mais bonitinhas como aquele misterioso anime baseado na franquia. Porém além de atrair algumas pessoas, começou a chamar atenção com algo bem inusitado, a substituição de educação física por LoL. Polêmico, não?




Você certamente deve saber que League of Legends é um eSport, sendo assim tem pessoas que vivem jogando de forma profissional. Inclusive já foram lançados livros com foco em quem quer se aperfeiçoar. Dessa maneira não é apenas como um jogo online normal, é algo que gera uma grana preta com direito a torcida e etc.

Naturalmente a popularização dos eSports fez com que muita gente relacionada a esportes físicos ficasse revoltada em ver isso. Já rolaram altas polêmicas com narradores de esportes dizendo que isso é ridículo e que não é esporte de verdade, enquanto outras pessoas passaram a defender fortemente que só não era físico, mas tinha todo o resto.

Porém sendo ou não sendo, foi uma surpresa pra todo mundo ver o Colégio CPV, em São Paulo, colocar League of Legends como opção em Educação Física. Algumas pessoas ficaram revoltadas, enquanto os fãs aplaudiram bastante. Isso porque todo mundo sabe que educação física não é pelos esportes em si, mas pelas atividades.

Bom, tudo começou quando o aluno Erik Bonn, de 14 anos, criou uma apresentação contendo 37 slides e explicando os motivos para colocarem League of Legends como opção nas aulas de educação física. O próprio garoto depois assumiu que nem acreditava que iriam aceitar, mas bom, parece que ele foi mais convincente do que esperava.

O negócio é que muitas escolas substituem educação física por outras atividades que podem exercitar o raciocínio, como xadrez por exemplo. Isso acaba tornando League of Legends válido, mas além disso ele ainda acaba incentivando os alunos a ficarem empolgados com a escola, isso sem contar que também pode formar times profissionais.

Polêmico o negócio, não? Mas é aquela coisa, querendo ou não, nós já entramos no "futuro" há muito tempo, e coisas que nos anos 90 eram obras de ficção, hoje em dia começam a fazer mais lógica com a forma que a sociedade assumiu. Confira também o jogador de League of Legends que falou demais e foi pra cadeia.

Nenhum comentário: