Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quinta-feira, 2 de março de 2017

Diferenças entre a HQ e a série The Walking Dead 7x11

Esse é um especial onde faço uma comparação entre as diferenças entre os episódios da série The Walking Dead e as edições da revista em quadrinhos The Walking Dead. No caso essa é a postagem base da sétima temporada e vou colocar aqui os links para os outros episódios, caso você queira ver a comparação entre as outras temporadas, pode conferir aqui:


Se o que você está procurando é onde conseguir ler The Walking Dead, saiba que a revista em quadrinhos foi lançada no Brasil e pode ser encontrada por preços bem bacanas com vários outros conteúdos da franquia. Quando foi lançada por aqui a franquia não era conhecida, então o nome ficou como "Os Mortos Vivos". Se você ainda não assistiu, saiba que obviamente eu vou comentar sobre quem morreu. Mas chega de papo e agora vamos para a comparação!




Achei esse episódio bem legal, não é fenomenal porém gostei da atmosfera. Me agradou o formato novo apresentado, com foco em dois personagens secundários, Eugene e Dwight, geralmente esse tipo de episódio tem foco em apenas um personagem, como por exemplo o horroroso episódio da Tara ou o episódio em que Morgan faz sua jornada para virar o mestre das artes marciais.

Esse episódio começa com Eugene sendo levado para um quarto todo arrumadinho, na HQ o personagem não recebe esse tratamento luxuoso e algumas coisas são bem diferentes. Pra começar ele é capturado de uma forma diferente, enquanto acontece um ataque a Alexandria, Eugene está fabricando balas do lado de fora da cidade e assim Negan o encontra e o leva, dizendo que agora ele é que vai receber as balas.

Ao chegar na base dos Salvadores, começam as ameaças, mas o Eugene dos quadrinhos já passou da fase de medroso e tá muito mais barra pesada quando é pego por Negan, ou seja ele não fica choramingando e tão medroso, muito pelo contrário, assim como todo o resto do grupo ele já está de saco cheio e depois de tudo que passou tá bem casca grossa.

Sendo assim Negan diz pra fazer e Eugene diz que jamais criará balas para ele, como resultado Negan diz que vai castrar ele e meter o ferro quente na cara, e também vai matar uns reféns que pegou. Eugene diz que não tá nem aí e se Negan quiser as balas vai ter que castrá-lo mais de uma vez e ainda assim não vai ter (É, o maluco ficou barra pesada).

Achei bem constrangedora a primeira parte das noivas, com o Eugene "Garotão cantando as gatas", cantarolando a musiquinha enquanto ia acender o negócio. Aquilo foi meio bizarro ao meu ver uahahaha, me senti tipo "Acaba logo cena, isso é vergonhoso demais" kkkkk. Não há algo assim na HQ não.

Quanto as partes de Dwight, é como se fosse algo que não foi mostrado na HQ, mas é mencionado, o personagem realmente é perturbado com Negan e vive em um dilema, mas as coisas são mostradas de uma forma meio oculta, sem ser na prática. Então não tem todo o lance da esposa que fugiu por salvar Daryl (que nem existe na HQ).

Basicamente essas são as diferenças. Mas e aí, o que acharam do episódio? O que acharam da ideia do Reino? Se empolgaram com algo tão diferente? Ou acharam uma tosqueira louca? E se você estiver afim de ler as HQ's de The Walking Dead, pode dar uma conferida aqui.

Nenhum comentário: