Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Shadow Warrior 2 - Hora de uma chacina em modo coop!

O jogo Shadow Warrior, lançado em 2013, é um jogo muito bom para quem gosta de pancadaria sem noção. Aquela ideia de usar uma atmosfera no estilo de filmes como O Massacre no Bairro Chinês, com aquela pancadaria cercada de um toque oriental e a tosqueira de filmes de ação dos anos 80 acabou sendo algo realmente agradável. Apesar de tudo o jogo tinha tudo para que uma sequencia fosse só mais do mesmo, porém a equipe surpreendeu apresentando uma experiência nova bem incrível.



A história desse jogo se passa cinco anos após os acontecimentos do antecessor. Você mais uma vez assume o papel de Lo Wang, dessa vez em um mundo mudado onde demônios e humanos passaram a conviver em harmonia, no entanto sempre haverão vilões e ao ser enviado para uma missão de resgate, as coisas acabam saindo do controle e uma nova jornada se inicia.

O primeiro Shadow Warrior era puramente agradável de jogar, controles rápidos, gráficos bonitos e fatias pra todo lado davam um climinha fantástico à coisa. Era muito emocionante enfrentar diversos inimigos de uma vez enquanto manejava a katana e usava armas de fogo de maneira bastante frenética, então o que poderiam fazer de diferente em uma sequencia?

Bom, realmente colocaram diversos elementos que deram um toque à mais e o tornaram um jogo bem diferente. Dessa vez a rejogabildiade é imensa e você terá experiências novas a cada partida, o motivo disso é o fato de que usaram aquele sistema tão conhecido em roguelikes onde cenários são gerados aleatoriamente.

No primeiro jogo você podia fazer melhorias, mas nesse aqui foi adotado um sistema de RPG completo, aspectos bem comuns em Action RPG's como Titan Quest, aliás, se esse jogo fosse em mundo aberto, certamente poderia ser colocado ao lado de jogos como Borderlands e Dead Island, pois fora os mapas fechados, ele tem todo o resto.

Ou seja, aqui você tem baús, dinheiro, upgrades de armas, habilidades para serem compradas e melhoradas, vendedores, NPC's para você pegar missões e muito mais. O negócio é todo um RPGzinho mesmo, cheio de recursos já muito conhecidos e a sensação de evolução constante do personagem.

Por exemplo, você pode pegar uma arma e adicionar habilidades novas a elas com recursos que você vai coletando ou compra. Cada arma tem uma quantidade limitada de slots e você pode adicionar ou retirar. Sendo assim uma katana normal pode de repente passar a dar dano elemental de fogo. A quantidade gigantesca de armas deixa as possibilidades ainda mais abertas.

O jogo tem uma rua cheia de lojinhas e lugares para ir em que é o ambiente principal, lá você pode pegar missões, comprar coisas e é também um bom lugar para organizar seus itens, aperfeiçoar habilidades, vender o que não precisa mais, etc. E quando quiser ir para uma missão é só entrar no carro para começar.

Mas sem sombra de dúvidas o que realmente roubou a cena foi o fato de ser um jogo cooperativo e isso com certeza é uma das coisas mais desejadas, especialmente em jogos de ação tão frenéticos. A coisa só melhora com o fato de que seu personagem é todo personalizável. Isso faz com que seus amigos possam ter estilos extremamente diferentes do seu.

O combate continua no mesmo estilo, cheio de liberdade, você pode dar uma deslizada brusca e rápida em qualquer direção, permitindo se aproximar rápido de lugares ou desviar facilmente de ataques corporais e é possível inclusive fazer esse movimento enquanto está no ar. Também é possível dar pulo duplo e escalar paredes, além de usar magias.
O jogo não tem dublagem em português, mas ele já vem com legendas e, se você não entende inglês, vale muito a pena dar uma lida nas piadas, muitas são forçadas, porém constantemente aparecem coisas hilárias. Por exemplo no começo quando uma das personagens tá agindo de forma muito estranha, falando grosso e soltando barulhos e o personagem fala algo do tipo "O que? Eu só ia salvar uma garota, ninguém tinha falado nada que eu ia ter que resolver o problema da Linda Blair aqui!" e a garota berrando do lado (Pra quem não sabe, Linda Blair é o nome da atriz que interpretou a garota do O Exorcista, uahahaha).

Enfim, Shadow Warrior 2 é um jogo bem fantástico para se passar o tempo com os amigos. Sem sombra de dúvidas vale a pena, especialmente com a rejogabilidade que tem, aumenta a chance de você ter vontade de jogar de novo. Vale a pena dar uma conferida no site da G2A pra ver o preço que está lá, pois eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida no preço que tá lá, clicando aqui.

Nenhum comentário: