Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 19 de julho de 2016

OmniBus - Esse jogo não economiza na zoeira

Todo mundo sabe que nós sofremos com uma enxurrada de jogos genéricos na internet, jogabilidade clonada de clássicos ou simplesmente um jogo vazio que parece sem sentido demais para ser divertido. Isso graças à facilidade de aprender a programar hoje em dia, qualquer pessoa normal pode aprender a criar jogos, até mesmo crianças.

Mas apesar dessa legião de jogos sem sentido, tem algumas pessoas que parecem ser visionárias e quando não dá pra criar uma jogabilidade inovadora, acabam usando a tosqueira a seu favor e assim escracham a bagaceira ao máximo. OmniBus  é bem um desses títulos, um jogo que te faz rir muito exatamente por tratarem de forma normal as coisas mais surreais.




Aqui você controla o mais poderoso ônibus de todo o universo que está sempre pronto para a ação, e assim vai aos mais variados lugares (e não estou falando apenas de ambientes terrenos não), para ajudar no que for preciso.

Como podem ver, a história é só a bagaceira e ela vai sendo conduzida nessa forma seca mesmo. Por exemplo na primeira missão em que o personagem fala que achou umas tumbas com tesouros e precisa de sua ajuda para abri-las cuidadosamente. Afinal de contas é normal chamar um ônibus pra fazer uma coisa dessas né? E você vai lá atropelar e destroçar. No fim o cara ainda diz algo do tipo "Uau! Seu trabalho foi incrível, nunca vi nada tão cuidadoso na vida!".

Esse não é o primeiro jogo de veículo insano que temos, já vimos alguns como a limousine rotatória de Roundabout ou bizarrices como o mecânico sendo arrastado por uma moto com inteligência artificial durante todo o jogo Lococycle. Sendo assim a ideia em si não é a primeira, mas o negócio é a personalidade própria.

Aqui temos um humor seco constante e o que torna a coisa engraçada é exatamente como os personagens agem na maior naturalidade quanto aos acontecimentos, os diálogos são bem fracos e exatamente isso acaba tornando a coisa tão sem sal que fica bem engraçado de se ver. Por exemplo na missão em que você tem que fazer um salto aéreo com o ônibus, o cara que pediu pra você fazer isso comenta "Nossa, eu não sabia que agora os ônibus podiam voar.".

As missões são das mais loucas, por exemplo o bandido que te contata para assaltar o banco e você tem que pegar velocidade o suficiente pra entrar na parede do lugar, depois disso tem que atropelar os sacos de dinheiro até conseguir um milhão de dólares. E há outras loucuras como o King Kong em cima de um prédio e você tem que subir até lá (sim, pela parede) e atropelar ele.

Enfim, você é fã de jogos com um humor paspalhão tipo Super Trench Attack? Tá procurando algo pra jogar sozinho ou com os amigos em tela dividida? Esse jogo pode ser pra você! Vale a pena dar uma conferida no site da G2A, pois lá eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida aqui.

Nenhum comentário: