Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Gantz G - Pra quem ama mangás muito violentos

Como todo mundo sabe aqui, eu amo demais o sangrento mangá Gantz, então nem preciso dizer que fiquei eufórico quando fiquei sabendo que o autor estava afim de lançar um spin off da coisa dois anos depois que ele terminou. Inicialmente anunciado como G-Gantz, hoje vou finalmente falar sobre esse mangá que apresenta uma versão da história com um grupo diferente.


Mas antes de tudo, SEM SPOILERS vou falar um pouco sobre o final de Gantz, que sinceramente eu achei mais do que horroroso. O anime de Gantz teve um fim horrível que tentou ser psicológico com um clima de "Pense um pouco e descobrirá..." mas que no fim das contas pareceu mais pra um "Fizemos esse anime sem o mangá chegar ao fim, então vamos inventar qualquer porcaria, o resto deixamos para os fãs inventarem teorias e escolhemos a mais inteligente para falarmos que pensamos naquilo tudo".

Não me entendam a mal, AMO o anime do Gantz, e eu não teria um pensamento tão maldoso se o mangá não estivesse ainda sendo publicado quando o anime chegou ao fim. Sendo assim realmente me pareceu um fim horrível e forçado demais. Mas exatamente por isso eu não me importei muito com aquele fim, já que continuei lendo o mangá e vi pra onde a história realmente estava indo.

Eu não espero grandes finais para as coisas que amo, isso porque vejo obras mais pela grandiosidade que ela gerou como um todo do que pelo final. Pô, é complicado fazer um final grandioso né? Um baita de um fim épico que vai mexer com as emoções das pessoas, e isso piora quando a obra como um todo já é épica, já fazia as pessoas saltitarem a cada capítulo/episódio/filme da série ou o que for. Portanto não julgo muito o final e perdoo fácil, mas as pessoas tem o problema de achar que porque um fim não foi épico, foi uma total porcaria, mas alivio a coisa e vejo como "bom".

Agora Gantz eu tenho que dizer que achei o fim uma MERDA, e não foi pelo último capítulo em si, o que tornou esse final horroroso foi a última saga do mangá. Isso porque ela matou todo aquele climinha de mistério, de algo misterioso acontecendo na terra. E aí foi pro extremo, algo grande demais, exagerado demais, o mistério foi pro saco, o autor decidiu inventar muita coisa... Era tão fantástico aquele climinha das pessoas assistirem TV pela manhã e verem que um templo budista foi destruído e ninguém tem a mínima ideia de como diabos aquilo aconteceu. A sensação de um grupo noturno de pessoas desconhecidas sendo enviadas para enfrentar seres que ninguém tem ideia do que realmente são, era lindo!

Mas não! Ao invés disso a saga final foi gigantesca e cansativa, algo completamente exagerado e que parecia que o autor tava repetindo a mesma coisa a cada capítulo, correr, lutar, correr, lutar. Nada daquela pausa e amostra da vida normal dos personagens na escola, os acontecimentos intrigantes, não, só um grande exagero, e o fim foi praticamente um "Ah gente, cansei... To repetindo a mesma coisa a cada capítulo faz meses, então FIM, falou pra vocês!".

Portanto assim como o último episódio do anime de Gantz me pareceu uma verdadeira bosta, a última saga do mangá de Gantz me pareceu ainda pior. E assumo que amei o encontro dos personagens com aquelas criaturas gigantescas e a complicada explicação delas, eu realmente gostei daquele diálogo, mas a saga já tava tão cheia de exageros que não consegui gostar como certamente gostaria se a coisa não estivesse tão bagunçada.

Então sinceramente Gantz G me pareceu que até o autor se arrependeu de ter ferrado a bagaceira toda e viu isso como uma forma de recomeço. Porque Gantz é bom demais! Dava pra ver que o cara adorava fazer a coisa, amava por aquele mistério, o climinha urbano, as coisas por aí vagando durante a noite e tudo mais. Mas ele vacilou feio...

Outra coisa que faz isso parecer ainda mais verdade é ele voltar tão rápido pra Gantz, pô DOIS ANOS? Isso não é nada! Pode parecer muito, mas quando se publica uma mesma obra por 14 anos seguidos e você finalmente faz uma pausa, dois anos parece que foi ontem. Então como assim Gantz retornou tão rápido?

Mas vamos lá, a história apresenta a saga de Kurona Kei, uma colegial que em uma excursão do colégio acaba falecendo junto com o resto da turma, isso acontece porque em um acidente de trânsito o ônibus escolar cai de uma ponte. Todos acordam em uma sala misteriosa com uma esfera negra, há apenas dois desconhecidos no lugar, eles logo avisam que a esfera vai se abrir e terão maletas com o nome de cada um, contendo roupas e armas. Todos terão que caçar uma criatura ou morrerão e dessa vez pra sempre. Ninguém dá muita bola até as coisas começarem a acontecer...

Pra quem não conhece Gantz, o nome do protagonista é Kurono Kei. O que me veio em mente logo foi "Mas que merda é essa?", e fiquei pensativo se o autor decidiu teve uma baita de falta de criatividade (o que é difícil), se quis fazer uma homenagem mas que ficou tosquíssima ou se era uma outra dimensão e ele tinha se arrependido mesmo do fim de Gantz e decidido fazer um tipo de reboot.

As três opções me fizeram olhar de forma negativa de qualquer forma, e não é por cisma de eu ter detestado o fim de Gantz não, por mais que eu tenha achado horroroso, ainda continuei apaixonadíssimo por aquele mangá. Mas o problema é que realmente esse negócio de "Kurona" pareceu ridículo.

Bom, o objetivo inicial da matéria não era só descer o cacete em Gantz, mas pelo visto acabou indo para esse rumo, talvez seja porque eu nunca tenha criado uma matéria sobre o fim do mangá que tanto amo aqui, mas de resto Gantz G me agradou, é nojento esse lance de Kurona mas ainda assim é o tipo de coisa que vejo que posso me adaptar e de resto é só aproveitar esse universo apresentado novamente só que sem aqueles exageros absurdos que acabou indo.

7 comentários:

Gabriel Villar disse...

Se VC se decepcionou com o final do Gantz, experimente ler o "final" de shaman king...

Murilo Burns disse...

Eu acabei gostando do final do mangá... Está na lista dos melhores mangás que eu já li, junto com Kiseijuu, Akira, Gunnm e Love Hina.

Super Suporte disse...

Esse manga tosco só me deixou traumas! Mas é um puta obra prima *---*

Meu primo tem até a arma tattoada costela (não pergunte como sei '-')

Não esconda Sky!
Sabemos q vc preferia ver o kurono naquele collant maravilhoso ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Skywalkerpg disse...

Na real eu não queria não... '-'
Eu queria ver era você mesmo.

Gantz Brasil disse...

Não tô gostando desse Gantz (ainda). Sei la. Sinto falta do Kurono e cia.
Thiagooo,faça um post sobre Inuyashiki! Já tá no capítulo 50 mais ainda não vi nenhuma matéria sobre esse mangá aqui ainda

Skywalkerpg disse...

Esse tá na minha lista, mas to esperando o momento que eu tiver no clima. =)

Alexandre Fiorani Neto disse...

Acho que você vai gostar bastante do Liar Game que, apesar se não ser sanguinário; ter se estendido de mais como Gantz; sofrer de hiatus, conseguiu a proeza de ter um final melhor do que o esperado. 20th Century Boys e Pluto que também ficaram muito bem amarrados e tem enredos extremamente bem desenvolvidos.