Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sábado, 21 de novembro de 2015

Aprenda o básico de programação com Minecraft!


Muita gente tem aquele sonho de criar o jogo próprio, mas desiste só de pensar em programação, isso é um bicho de sete cabeças para diversas pessoas. Mas a verdade é que a coisa é bem mais mecânica do que parece. Basicamente programação é um monte de "peças" que você monta em uma certa ordem e no fim forma a "máquina". Ou seja, os códigos são prontos, você só precisa compreendê-los e saber como usar.

E para vocês terem uma noção de como programação pode ser algo fácil, a Microsoft em parceria com o site Code criaram uma nova maneira de aprender a lógica de programação. Essa maneira é nada menos do que usando Minecraft, que sendo um jogo amado por todas as idades e inspirou o mundo, gerando uma série de jogos parecidos(ou clones kkk). Sendo assim é algo que se torna naturalmente mais atraente.


A coisa foi desenvolvida para crianças de seis anos de idade pra frente, ou seja é realmente algo de uma simplicidade enorme e que faz a pessoa começar a compreender como é que as coisas funcionam. Sendo assim não tenha medo, pois é uma coisa bem fácil mesmo e com o elemento visual, ou seja você faz o código e vai aparecendo uma telinha que mostra o resultado.

Você tem que fazer tarefas básicas no mundo de minecraft, mas ao invés de controlar o personagem de forma direta, é preciso fazer os códigos como por exemplo andar. Enquanto de um lado é mostrado a tela em uma visão isométrica, do outro é mostrado a área para o código e nem escrever você precisa, é só pegar eles prontos e ir arrastando para encaixar um no outro, tá vendo como é fácil?

Por exemplo você precisa que o personagem ande quatro quadrados, depois se vire a direita e ande mais dois para coletar pele. No código você tem que pegar quatro plaquinhas de andar pra frente e colocar uma embaixo da outra, isso vai fazer ele andar quatro vezes, depois você tem que pegar a plaquinha de virar a direita e colocar embaixo dessas, depois pegar mais duas plaquinhas de andar pra frente e encaixar, e por fim pegar a plaquinha de coletar pele.

Após colocar os códigos encaixados, basta você clicar em "Executar", se você fizer certinho do jeito que manda o desafio, verá o personagem fazendo isso e depois olhando pra tela e pulando, se errar em algo, ele fará uma pose desanimada e você pode ver o que está errado na sequencia. 

Lembrando que é possível fazer os mesmos desafios de formas variadas, por exemplo o personagem pode dar uma baita de uma caminhada pelo mapa antes de fazer as tarefas ou pode ir direto ao ponto, da mesma forma que um código real funciona, um programador pode não visualizar uma forma prática e fazer um baita código enorme pra algo que poderia ser bem simples.

Existem várias linguagens de programação, que é como se fosse o conjunto de peças(códigos) usadas para montar a máquina (o programa). No caso desse do Minecraft a linguagem usada é o javascript, então você vê as coisas em forma de plaquinhas, mas existe o botão "Mostrar Código" que te mostra ele escrito mesmo, que é como programadores fazem na prática, eles digitam e não arrastam plaquinhas, mas dá na mesma, elas são só pra mostrar de forma simbólica a coisa.

Enfim, tem algumas coisas que estão traduzidas, outras não, mas são textos minúsculos de inglês básico e bem claro, afinal é algo feito pra crianças de 6 anos conseguirem entender. As instruções aparecem no começo de cada fase, se seu inglês for horroroso a ponto de não entender, use o google tradutor que vai ficar claro. Clique aqui para conferir.

5 comentários:

Gabriel Villar disse...

Meu maior sonhor é ser um desenvolvedor indie, mas só de lembrar que não sei nada sobre programação e ninguém que se juntar comigo para seguir no mesmo objetivo da um desânimo... =/

Matt Kist disse...

Meu primeiro contato com programação foi aos 12 anos quando me tornei viciado em RPG Maker (que na época era o RPG Maker XP). Ao invés de passar tardes jogando videogame, como qualquer criança nerd normal, eu passava tardes desenvolvendo pequenos joguinhos que parodiavam as "aventuras" da minha turma na escola e elementos da cultura pop da época. Lembro até hoje de um jogo que fiz que começava na "hora do recreio" da escola, e minha party era Eu + um amigo de escola meu que tínhamos que lidar com algumas mini-quests que envolviam questões sociais e bullying, como por exemplo recuperar o boné de um colega nosso que dava +2 de DEF. E depois tínhamos que, por ordem da direção da escola "limpar o ginásio" da escola, que estava interditado. Lá nós enfrentávamos o primeiro boss, o "Mestre de Magic The Gathering", que usava suas cartas de magic como magia. Depois disso cansávamos daquela porra, dávamos uma tunda no guardinha da guarita e matávamos aula. Nunca continuei o desenvolvimento desse jogo, e acabei perdendo os fontes. Aconselho fortemente o RPG Maker para quem quiser aprender lógica de programação e se divertir no processo.
Depois disso, aos 14 anos me tornei viciado em Tibia, e então surgiu o tal do "Open Tibia Server" (OTS) onde era possível hostar o próprio servidor de Tibia, com o mapa customizado, as quests customizadas, as criaturas, as magias, os itens, enfim, era uma diversão incrível para a época, e foi no OTS que tive meu primeiro contato com linguagem de programação de verdade (embora pudesse ter tido esse contato mais cedo no RPG Maker, mas optei por não ter). Eu passava tardes inteiras em fóruns de OTS, baixando scripts e alterando-os, até que um dia, do nada, tive uma epifania enquanto lia um dos scripts, eu simplesmente aprendi a programar de um segundo para o outro. Eu já tinha algum entendimento da lógica da programação (por causa do RPG Maker), mas foi de 1 segundo para o outro que caiu a ficha dessa lógica (SE, ENTAO, SENÃO, ENQUANTO...), e eu estava apenas lendo um script à procura da variável que precisava modificar, e acabei entendendo-o. Eu só não entendi um script de programação antes porque eu não queria entender, e é assim pra tudo na vida, a gente só não sabe algo porque não quer saber, porque não procura tentar saber. As coisas são bem mais simples do que parecem.
Eu acabei optando por cursar ciência da computação (curso o qual eu já concluí), e por já entender de lógica de programação eu tive facilidade nos primeiros semestres, que são os semestres decisivos para um aluno de Ciência da Computação que é um curso que costuma ter mais de 50% de evasão.

Matt Kist disse...

Mas agora gostaria de falar de um jogo que, de todos os jogos de "aprender a programar", é sem dúvidas o meu favorito. Ele se chama Colobot, e é um jogo Polonês. É extremamente difícil encontrá-lo para "download free 'uehueh'", principalmente a versão em inglês, e lembro que meu primeiro contato com esse jogo foi através de uma "demo" que vinha junto naquelas revistas de "+ de 100 jogos gratuitos".
A primeira vista, Colobot é um jogo normal, onde você é um astronauta da Terra que irá sozinho se aventurar pelos planetas do espaço, com ajuda de robôs. Esses robôs podem ser controlados por controle remoto, ou seja, você pode assumir a perspectiva do robô e dirigi-lo para cumprir seus objetivos (como, pegar um mineral de um ponto A e levá-lo até o ponto B), a coisa fica interessante quando a energia dos robôs começa a acabar e você precisa trocar suas baterias ou recarregá-las, e precisa gerenciar corretamente a distância em que você vai navegar com o robô para não deixá-lo sem bateria no meio do deserto.
Com o passar do tempo você percebe que o jogo é uma espécie de RTS, onde você pode construir robôs, defender sua base de invasão de insetos, coletar minerais, construir novas estruturas, etc...
Tudo normal, exceto pela parte em que você pode "scriptar" os robôs para fazerem suas tarefas de forma autônoma!!!! Você ganha alguns scripts com o passar do tempo, e pode terminar o jogo sem nunca mexer em nenhuma linha de programação, mas é tão legal automatizar a sua base que você acaba aprendendo uma coisa ou duas sobre programação. Aconselho muito, Colobot.

Skywalkerpg disse...

Caramba que maneiro, e vi que o gráfico era em 3D, estranho não ter sido lançado no steam.

Matt Kist disse...

É provavelmente um projeto descontinuado de alguma universidade polonesa. No site oficial dá pra baixar a demo do jogo.
Lembro que minha universidade também tinha um projeto de um jogo educacional para aprender a programar, mas que foi descontinuado em algum momento.
Muitas universidades têm projetos assim, mas esse Colobot realmente ganhou meu coração.