Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 23 de agosto de 2015

Breach & Clear: Deadline - Equipe tática contra zumbis

Vocês certamente já devem ter se deparado com vários jogos de estratégia tática, eles são simplesmente muito divertidos! Mas quando se passa no presente é normal se ter universos padrões de soldados, como no viciante Jagged Alliance Flashback ou mesmo o não tão popular ArmA Tactics. Porém em Breach & Clear: Deadline os desenvolvedores decidiram variar um pouco apresentando esse tipo de jogabilidade no presente, mas em meio a um apocalipse zumbi!

A história é bem básica e direta ao ponto como é muito comum nesse gênero, uma doença misteriosa começou a contaminar as pessoas e transformá-las em mortos vivos. Um toque diferente é que você não é um pobre cidadão normal e indefeso que acaba aprendendo a se virar, como é comum nesse tipo de trama. Aqui você faz parte de um esquadrão especializado em conter ameaças e com a missão de conter a praga.


Esse jogo na verdade é um Spin-Off de um outro jogo chamado apenas Breach & Clear e que foi extremamente aclamado, recebendo notas altíssimas no steam. Assim como é um jogo de estratégia tática comum no presente, com soldados armados e bandidos. Aqui a coisa muda e a ameaça são os mortos vivos, isso atraiu os fãs mais antigos e também formou uma nova audiência.

Infelizmente a recepção não foi tão calorosa, mas o que notei é que boa parte disso se deve ao fato de que os jogadores que reclamam estavam sempre comparando ele ao jogo original, em como é diferente, em como não tem as mesmas mecânicas e parece mais fácil. Porém acho isso bem injusto afinal de contas se é um spin off é claro que a pessoa não deve considerar como uma sequencia, mas como um jogo alternativo, é preciso abrir a mente pra esse tipo de coisa.

Você assume o papel de um esquadrão, cada personagem pode ser modificado e colocado da maneira que você achar melhor, isso inclui o nome, que parece inútil mas na hora de você estar organizando eles é bem mais fácil reconhecer alguém que você nomeou, o visual, que também pode ajudar a diferenciar e as habilidades que é o que realmente importa.

Durante as missões você tem aquela jogabilidade que tanto amamos em jogos como o belíssimo Steam Marines e o muito bem humorado Dungeon Crawlers, ou seja aqui você seleciona o que os personagens devem fazer, isso com o jogo "pausado" e então aperta o botão para o jogo voltar a "rodar" e vê o resultado.

Não é um jogo em turnos, é realmente algo que envolve pausas, enquanto você segura a barra de espaço o jogo fica rodando em tempo real e ao soltar ela é possível ver as coisas acontecendo. Mas, graças a isso, é preciso saber calcular bem o tempo em que as coisas acontecem, se estiver vindo uma horda pra cima de um personagem, você precisa elaborar sua estratégia bem.

Há uma enorme quantidade de detalhe na mecânica, a começar pelas classes dos personagens, cada um deles tem suas habilidades especiais e você tem que saber usá-las de maneira adequada. Mas além disso há também uma série de detalhes como andar lento e atirando, andar rápido sem atirar, lançar bombas em um determinado campo, mover o grupo todo junto de uma vez e etc. É algo bem robusto mesmo.

Existem ainda grupos de bandidos e assim você pode acabar tendo um desafio maior quando confronta essas pessoas armadas, pois não precisarão te tocar. Mas não pensem que os zumbis são de tudo fáceis não, existem alguns especiais com habilidades próprias que te obrigam a se adaptar, pois você não sabe quando podem aparecer.

Enfim, fica essa dica pra vocês, se gostam de jogos de estratégia tática pode ser que esse agrade bastante, mas se forem comparar com o jogo original da franquia talvez seja uma dor de cabeça, portanto a recomendação é jogar de mente aberta. Quem se interessar é só dar uma conferida na página do jogo na steam.

Nenhum comentário: