Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Her Story - Jogo com história intrigante e muito profunda

Esse é um jogo que acabou sendo muito promovido por ser uma obra do criador de Silent Hill: Shattered Memories, que é um jogo fantástico e com baita toque psicológico. Apesar de tudo isso acaba saindo um tanto injusto, pois faz parecer que Her Story é um jogo que precisa ser carregado na fama do outro, enquanto na verdade ele é tão fantástico e tem uma personalidade tão própria, que definitivamente não precisa ser carregado nas costas de nenhum jogo.

Esse é daqueles jogos completamente diferentes de títulos comuns, algo único e que você rapidamente percebe que o criador quis usar a imaginação, quis fazer diferente. Não é o tipo de jogo que pega um gênero já criado e adiciona coisas novas, mas o tipo que cria um gênero novo e dá aquele impacto de "Caramba, eu nunca vi uma coisa dessas antes!".

Então aqui o foco é na história e investigação, te colocando para analisar gravações de uma mulher que deu o seu depoimento para a polícia em 1994, ela fala sobre um assassinato e você vai descobrindo aos poucos qual é o mistério por trás dele. Você não sabe quem é essa mulher, ela é uma vítima? Uma assassina?
A jogabilidade é muito interessante, faz uma simulação de um sistema operacional antigo, muito semelhante ao Windows 3.0, tem um programa de acesso a um banco de dados da polícia, que é onde você pode conferir os vídeos e mais algumas coisas como informações em blocos de nota e até um joguinho simples.

É tudo muito atmosférico, o próprio visual do jogo tem um efeito que simula uma tela antiga com bordas levemente tortas porque não era plana como as de hoje em dia. Esse efeito pode ser desativado mas deixa tudo bem mais intenso, é como se você realmente estivesse o tempo todo mexendo em um computador antigo, uma baita de uma viagem no tempo.

Quem leu Folhas Secas Daquele Outono ou leu minha matéria sobre a fantástica retro publicidade de Strafe, sabe o quanto sou apaixonado por obras que simulam os anos 90, que te passam a sensação de ter viajado no tempo e estar revivendo certas coisas com limitação tecnológica. E aqui é exatamente isso que você sente.
O objetivo é analisar a história da moça, você começa com alguns vídeos já disponíveis na tela, todos muito curtos, com poucos segundos. Você ouve o que ela diz e a partir desses pequenos relatos é que a coisa começa a ficar interessante. Por exemplo, algo que me chamou a atenção foi ela falar sobre o "Simon", e isso me fez pensar "Quem é Simon?", e assim usei a pesquisa e procurei por isso, fazendo com que novos vídeos surgissem.

Então você procura por palavras que ela possa ter dito em um dos relatos e vai procurando, ligando as coisas. Tentando descobrir sobre o que exatamente estão falando, como aconteceu e pequenos detalhes da história. O seu objetivo é compreender os eventos e desvendar a verdade por trás do tal assassinato.
É espetacular ir assistindo os depoimentos e observando detalhes como a data em que ela deu, são vários pedaços de sete depoimentos, sendo assim você os vê despedaçados e a atriz faz isso de forma incrível, tão natural, é muito bom! O visual faz mesmo parecer que é algo bem antigo, retirado de uma fita. Por outro lado, embora o jogo tenha legendas, elas são em inglês, e aparentemente estão ali mais para que o jogador localize palavras que possa usar.

Mas aí é que entra o grande problema desse jogo é que é muito direcionado a um público bem específico, aqueles que gostam de investigação com histórias profundas e que ainda dominem a língua inglesa. Mas se você passa nos requisitos, pode ter certeza que vai amar! Um jogo diferente e muito intenso mesmo.

Enfim, lembram quando falei que The Charnel House Trilogy era um jogo pra você jogar em um momento especial a noite? Pois esse oferece exatamente a mesma sensação gostosa, pegue uma caneca de café e uns biscoitos naquela noite fria, se sente em frente ao PC e comece a assistir e analisar enquanto persegue pistas. Se você se interessar é só dar uma conferida no site oficial de Her Story.


2 comentários:

Matt Kist disse...

Parece interessante. Isso me fez lembrar ligeiramente aquela creepypasta "barbie.avi", embora eu saiba que não tem nada de parecido.
Seria interessante fazer um jogo neste estilo só que mais creepy, não acha? Onde você segue pistas e links que vão te levando cada vez mais fundo em algo muito bizarro, inclusive, um jogo assim podia ser todo feito em html e jogado de qualquer browser. E digo mais, um jogo assim poderia ser inicialmente encarado e apresentado como uma real creepypasta, e as pessoas estariam navegando pelos seus links (na deepweb talvez), pesquisando, descobrindo novas imagens, vídeos, relatórios, postagens, áudios, e relatando suas descobertas em algum fórum, realmente achando que estão investigando algo real, quando na verdade é só um jogo, hehehehe.
E por algum motivo isso fez eu me lembrar de mais um creepypasta, aquela "Normal Porn For Normal People"
o.O Nooossa que viagem...

Super Suporte disse...

Mas que viagem Manolo! Deve existir algum jogo assim, se não tiver vou falar com a galere do desenvolvimento aqui :)