Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Death Race - O primeiro jogo violento da história

Todo mundo sabe que até o começo dos anos 90 os jogos em geral eram mais bobinhos e feitos para crianças mesmo, algo tranquilo. Foi quando começou a época das polêmicas, um bom exemplo é quando Mortal Kombat foi lançado, muitos adultos viram aquilo com horror, era muito sangue e violência, não como um jogo de luta comum onde os personagens só se batiam de uma forma mais "bela", aquilo era um massacre.

Apesar de tudo, uma coisa que nem todo mundo sabe, é que os jogos violentos não começaram nos anos 90, apesar da quantidade completamente predominante de títulos infantis ou em geral "saudáveis", jogos com violência vieram bem antes. Então afinal de contas quando veio o primeiro título desse estilo? Bom... Nada menos do que duas décadas antes!

É isso aí, nos anos 70 já se tinha violência nos video games. Mas antes vamos entender um pouco do cenário e o que levou a existência desse jogo. Sabem aquele filme de 2008 chamado Corrida Mortal? Embora tenha feito sucesso e não demorado nada para virar uma trilogia, uma coisa que nem todos os fãs sabem, é que não é uma obra original, mas sim um remake de um filme chamado "Corrida da Morte - Ano 2000", ou o original em inglês Death Race 2000, uma obra que se tornou cult.

E inspirada nisso, a desenvolvedora Exidy, especializada em fliperamas, decidiu criar um jogo chamado Death Race e lançar rapidamente, apenas um ano depois que o filme foi lançado. Sendo assim em 1976 chegava ao público o primeiro jogo realmente violento da história. E se você pensa que ele passou despercebido, está muito enganado, ele também estreou como o primeiro jogo a virar polêmica graças a violência.

Uma coisa curiosa é que quatro anos depois, uma máquina de Death Race aparece no filme "Loucuras em Plena Madrugada", o primeiro filme de Michael J Fox (mais conhecido por De volta para o Futuro).
O objetivo do jogo era controlar um carrinho e atropelar gremlins, o que é um detalhe peculiar de jogos antigos que precisa ser levado em consideração aqui. Esse jogo foi o que lançou a moda de disfarçar as coisas com a desculpa de não serem humanas. Antes era muito comum por exemplo colocar sangue verde em inimigos pra dizer que não eram humanos de verdade, e até alguns jogos como o próprio Max Payne 1 tem opção de censura de sangue nas configurações. Sendo assim é como se ficasse indiretamente um "Não são humanos, portanto pode matar".

O que chocou na época pra começo de conversa foi a própria ideia de matar uma coisa viva realmente parecida com humanos, por mais que colocassem que eram gremlins, era o primeiro jogo onde você tinha uma sensação de algo mais real, algo que teme por sua vida e foge de você. O visual das criaturas é indefinido devido a resolução da época, tinham pernas, braços e cabeças, portanto poderiam muito bem ser humanos.

Mas uma coisa que hoje em dia pode ser vista como engraçada, só que foi o ponto crucial da polêmica, foi o fato de que os gremlins gritam quando são atropelados. Assim que você passa o carro por cima, surge aquele sonoro grito no fliperama, e no lugar dele fica uma cruz. O objetivo é atropelar o máximo possível antes do tempo acabar.

Então ficou meio claro que a empresa colocou que eram gremlins para disfarçar, porque ela sentiu que o que estava criando era uma obra que parecia errada. Até porque o filme não tem gremlins e todos notariam bem os nomes praticamente idênticos. Sendo assim as pessoas iriam jogar, ficar com a ideia de matar gremlins, mas no fundo sabiam que estavam perseguindo pessoas que fugiam por suas vidas e gritavam quando mortas.

Eu achei a jogabilidade bem legal até para tempos modernos, e falo isso pelo design que o fliperama tinha, ao contrário da maioria das máquinas da época, essa se diferenciava por apresentar dois volantes e um acelerador na parte de baixo, ou seja você realmente se sentia dirigindo um carro, tinha que virar e pisar fundo (o jogo tinha visão aérea). E de quebra ainda tinha a possibilidade de jogar multiplayer.

Enfim, e aí está o jogo que começou a saga da violência nos video games, todas as empresas que temem tanto o selo só para adultos, certamente devem agradecer a Death Race por isso, hahaha. Mas lembrando que esse foi o primeiro jogo a causar polêmica pela violência, pois o primeiro jogo da história a causar polêmica por algo foi Gotcha, confiram a matéria.

Um comentário:

Alex B disse...

Krl, esse jogo parece bom '-'