Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Querida Abby - Muito cuidado com quem você elogia

Você já parou para pensar no tanto de maluco que não tem por aí? É claro, a maioria das pessoas nós vemos como normais e tal, mas vai saber o que diabos se passa na mente de alguém não é? Os vizinhos de certos lunáticos sempre aparecem em notícias dizendo "Ele sempre pareceu normal", e obviamente essas pessoas não saem espalhando que tem vontades estranhas, portanto é possível que você conheça alguns e apenas não saiba.

Hoje vou postar aqui um texto originalmente publicado em inglês e escrito por Kyle “Kman” Mangione-Smith, com o nome de Dear Abby, mas que foi traduzido para Querida Abby pelo canal mohamed, e que realmente tem uma construção espetacular da mente de um lunático, uma amostra da evolução da paranoia, dos planos e da lógica usada em cima da vontade de ter alguém. Confiram:

Carta 01

Querida Abby,

Nós nunca nos encontramos antes, então isso pode parecer um pouco estranho, mas eu sinto que isto é necessário. Pra começar, meu nome é Jay, e trabalho na fila do caixa de um supermercado na Rua 67. Você sabe o estacionamento que é muito grande para a própria loja? Então, esse mesmo. Tenho 24 anos, sou bastante alto e tenho uma aparência um pouco desgrenhada. Você provavelmente não iria me reconhecer se eu fosse falar com você, afinal não tenho um rosto muito memorável. Heh, eu realmente não sei por que estou dizendo tudo isso, para ser honesto... Mas, este não é o ponto de me escrever-lhe.

Eu estava trabalhando até tarde da noite de ontem, foi um dia muito comum. Nada muito emocionante aconteceu, mas você ficaria surpreso como o quão interessante este trabalho pode ser às vezes. Eu estava lendo um livro que tinham deixado no caixa na mudança de turno, e era um mistério de assassinato realmente repleto de clichês. Incrivelmente chato, se você me perguntar. Mas ... É algo para fazer, eu acho. Quando você apareceu, porém, toda a minha noite mudou. Eu não sei exatamente o que em você que me chamou a atenção no início, mas logo que eu te vi eu tive esse sentimento estranho. Uma mistura estranha entre excitação e terror, essa é a melhor maneira que posso descrevê-lo, pelo menos. Eu vi você andar em minha direção e eu rapidamente me recompus, já que eu estava curvado na minha cadeira por um tempo, já que raramente alguém vem ao meu caixa.

Foi só quando você chegou mais perto que eu percebi o que chamou minha atenção em você... Você era absolutamente linda. Você se aproximou e falou "Hey" e me entregou seu carrinho. Eu podia ver pelo jeito que você falava e olhava para mim, que você não dormia há tempos, embora isso não foi surpreendente, considerando que era tão tarde. Depois de um ou dois segundos de silêncio constrangedor eu percebi que você me cumprimentou. Forcei um "o-oi" em resposta. Amaldiçoei-me mentalmente por isso.

Eu sentei lá por um segundo, tentando me concentrar. "Qual o seu nome?", Eu disse. Só mais tarde eu percebi o quão estranho isso pode ter sido. Que tipo de caixa de supermercado pergunta o nome de alguém? Mas estou feliz por ter perguntado. Eu me lembro de você falando que seu nome é Abigail, mas que te chamam de Abby. Abby... esse nome parecia se encaixar perfeitamente. O nome parecia rolar em minha língua quando eu o repetia, em silêncio. Era como o mel doce. Era muito bom falar isso. Você parecia perplexa quando eu olhei de volta para você.Será que fiz algo errado? "Você não devia estar embalando isso?" Você disse e apontou para seus mantimentos. De repente, chocado e envergonhado, eu olhei para cima e pedi desculpas, então desajeitadamente comecei a colocar as compras nas sacolas, o mais rápido possível. Eu não podia acreditar em mim mesmo, o quão estúpido eu era? Mas quando eu olhei para cima, percebi que você estava rindo.

"Você é bonitinho", você disse. Eu tentei parecer calmo, mas eu estava obviamente feliz. Uma menina assim achava que eu era bonito? "Você também é", eu disse, enquanto guardava o resto dos mantimentos. Enquanto você saia, você virou pra trás e falou e disse: "Tenha uma boa noite." Eu acho que pareço um idiota por escrever tudo isto, provavelmente você ainda se lembra disso, afinal isso aconteceu ontem. Mas eu fui para casa em êxtase naquela noite e com toda a confiança do mundo. Isso parece tão irreal enquanto escrevo.

De qualquer forma, eu queria te escrever esta carta Abby para dizer-lhe que, eu te amo. Eu não sei o que foi que eu senti naquela noite. Foi uma estranha mistura de emoções. Mas tudo que eu sei é que, mesmo nesse pequeno momento que tivemos, eu senti como se houvesse alguma coisa entre nós. Por favor, escreva-me de volta em breve.

Atenciosamente, Jay
Carta 02

Querida Abby,

Já faz uma semana desde que eu mandei minha primeira carta e eu ainda não recebi uma resposta, mas isso não importa. Como tem passado? Minha vida tem sido tão normal como de costume. Acordar, ir trabalhar, ir para a cama. Eu moro em um apartamento merda, mas acho que isso é o normal quando você trabalha como um caixa de supermercado. Eu tenho pensado muito em você ultimamente, e às vezes me pergunto se você ainda se lembra de mim.

Eu te vi hoje de novo no trabalho. Desta vez, foi em uma hora mais razoável, felizmente. Eu não queria te incomodar depois que vi você se aproximar de mim. Você veio pro meu caixa de novo, o que me deixou radiante. Desta vez eu estava menos nervoso, eu iria agir normalmente, não importasse o que você fizesse ou dissesse. Eu não ia deixar uma mulher como você escorregar por entre os dedos. Enquanto você se aproximava, você murmurou algo tão baixo que não consegui entender, e foi esperar na ponta do balcão enquanto eu terminava de ensacar seus mantimentos.

Isto, obviamente, não era o que eu esperava, mas não era tão ruim. Você não parecia sentir nada, na verdade. Eu estava esperando que você viesse falar comigo ou fugisse de mim como a peste, mas em vez disso você acabou me tratando como se eu fosse um estranho. Isso me faz pensar se você leu a minha última carta. Você deveria verificar sua caixa de correio com mais frequência.

Mas houve um momento em que eu senti algo. Olhei rapidamente para ver o que você estava fazendo, e, ao mesmo tempo você olhou para mim para ver onde eu estava. Ficamos nos olhando. Só por um segundo ou dois, mas nesses dois segundos eu vi muito mais em você do que eu tinha visto pela última vez. Eu senti como se eu te conhecesse há anos, como se eu soubesse todos os seus sentimentos e emoções secretas. Você também sentiu isso?

Pouco tempo depois de eu terminar de empacotar, você pagou e saiu; Obviamente este era um processo bastante normal para mim, considerando que eu fazia isso cerca de 50 vezes por dia, mas eu tava determinado desde a noite em que escrevi aquela carta que a próxima vez que te visse, obteria mais. Eu meio que fodi tudo ... Eu não estava satisfeito com nosso encontro, eu tinha que ter mais. Há uma pequena sala no canto traseiro do supermercado designada para os funcionários. Lá eles mantinham todas as filmagens de segurança. Todos os funcionários são informados sobre isso e locais da câmera de segurança quando eles são contratados. Felizmente para mim, há uma câmera posicionada bem próxima ao meu caixa.

Eu esperei até que a loja fechasse e todo mundo saísse, e depois entrei na sala. Depois de olhar algumas das telas de TV, eu encontrei a tela conectada à câmera do meu caixa. Eu rebobinei o vídeo até o momento que lembro que você entrou na loja. Depois de alguns minutos procurando, eu encontrei. Lá estava você. Pausei na melhor pose sua que eu pude encontrar. Eu sabia que a câmera não lhe faria justiça, mas era o melhor que eu poderia ter para agora. Podendo olhar mais para você, eu percebi o quão verdadeiramente perfeita você é. Cada característica do seu corpo, seu cabelo, seu rosto, suas pernas... seu peito, era tudo perfeito. Eu revi a cena algumas vezes, eu não conseguia segurar. Meus olhos estavam grudados na tela.

Depois de alguns minutos de reflexão, eu tirei a fita e colocou-a no bolso, e fui para casa. Eu sabia que não era permitido, e eu poderia muito bem ser mandado embora por tais ações, mas eu não podia aguentar. Eu tinha que ter você comigo em todos os momentos, mesmo que isso significasse perder o meu emprego.

Abby, eu te amo. Eu amo tudo em você. Eu penso em você constantemente agora. Você sente o mesmo por mim Abby? Eu só quero que fiquemos juntos, para sempre. Escreverei de volta em breve.

O seu, Jay

Carta 03

Querida Abby,

Já fazem 3 dias e eu ainda não recebi uma resposta. Por que você não quer falar comigo? Eu ainda não tenho certeza se você recebeu minhas últimas duas cartas. Por favor, me diga se recebeu. Então, eu fui demitido do meu trabalho. Eles deram falta da fita. Recebi um telefonema do dono da loja, o meu patrão, às 6 da manhã na segunda-feira e me mandaram ir imediatamente. Eles estavam tendo uma reunião obrigatória com todos os funcionários. Quando eu cheguei, todos os funcionários estavam reunidos em volta de uma pequena mesa com o dono. Depois que todo mundo chegou ele nos disse que, aparentemente, tinha acontecido um pequeno assalto ontem, e que roubaram cerca de 400 reais em produtos. E a fita que teria mostrado o culpado, era a fita que eu tinha roubado... Que sorte a minha. Ele nos disse que ninguém ia sair da sala até que alguém confessasse. Depois de alguns minutos, eu finalmente cedi. Contei-lhe tudo, sobre como eu sentia que eu e você tínhamos algum tipo de conexão. Depois de explicar toda a história, todos na sala estavam olhando com os olhos arregalados para mim. Depois que eu terminei de falar, me sentei em silêncio por alguns segundos. De repente, o dono da loja quebrou a tensão. "Jay, você está despedido. Saia daqui agora e não volte", disse.

Fiz o que me foi dito e saí de lá o mais rápido que pude. Aquele maldito idiota. Ele sempre me tratou como lixo. Ele pegou no meu pé desde o dia em que entrei no trabalho. Eu juro que ele está apenas esperando que eu fizesse algo pra me despedir. E a única vez que eu escorreguei, ele descobriu. Mas por que ele não entendia? Será que ele não consegue ver que somos feitos um para o outro? Qualquer homem racional teria entendido. Qualquer pessoar na minha situação teria feito o mesmo, não?

Eu tenho te procurado muito ultimamente. Sem emprego eu tenho todo o tempo do mundo para gastar, aprendendo sobre você. Você sabe o quanto você pode descobrir mais sobre uma pessoa sabendo apenas o nome e a cidade onde mora? Descobri que seu sobrenome é Marrot... Que lindo nome, Abby Marrot. Eu não consigo parar de dizer isso em voz alta, sempre que eu penso em você. Eu também descobri que você tem 24 anos, e que você há alguns quarteirões de distância de mim. Eu dirigi até o seu complexo de apartamentos hoje. Parece muito bom, muito melhor do que onde eu moro. Pedi pra te ver várias vezes, mas me disseram que você não estava lá. Eu me sentia cada vez mais desanimado, mas eu estava determinado a te ver novamente. Depois de algumas horas perguntando, eu decidi ficar no estacionamento por um tempo esperando você voltar, e depois de muitas horas de espera, você chegou. Era tarde da noite, lá pelas 10, eu acho. Eu vi você estacionar seu carro e sair. Senti uma súbita onda de calor ao ver seu rosto de novo. Eu sei que eu tenho a fita da câmera de segurança para olhar, mas não se compara a te ver na vida real. Fiz questão de te gravar pra ver mais tarde, quando eu estivesse em casa, desta vez com uma câmera de qualidade muito superior. Eu queria captar o máximo de detalhes possível, e eu não sabia quando veria você de novo, e a fita de segurança não era o suficiente para mim.

Perguntei pra mulher da recepção várias vezes qual era o número do seu quarto, mas ela se recusou a me dizer. Ela pensou que eu era algum tipo de maníaco, Abby. Essas pessoas não nos entendem, eles não entendem o que sentimos um pelo outro. Acabei esperando no estacionamento um pouco mais até que alguém saiu. Depois de falar com o cara um pouco, ele me disse o seu número de apartamento. Ele não queria falar no começo, mas eu o fiz ... Você ficaria surpreso com o que você pode fazer as pessoas te dizerem quando você está segurando uma faca. Não se preocupe, eu não o machuquei muito, mas não podemos ter alguém interferindo com a gente. Você não concorda Abby? Estou farto de todas essas pessoas que tentam nos separar.

Acabei te vendo, do estacionamento, por um tempo, uma vez que eu descobri o número do seu quarto e como os quartos deste complexo foram organizados, não foi difícil localizá-lo. Você deveria ser mais cuidadosa com suas cortinas, eu fui capaz de facilmente de te ver a partir do parque de estacionamento.

Eu não consigo tirar você da minha cabeça, sempre. Tudo que eu faço é assistir esse vídeo de novo e de novo. Abby, eu quero estar com você para sempre. Eu quero acordar de manhã para te ver ao meu lado na cama.

Eu não posso esperar até a próxima vez pra te ver de novo.

Amor, Jay

Carta 04

Querida Abby,

Eu tenho uma notícia muito emocionante. Abby, eu vou morar com você! Você não está animada? Podemos passar horas e horas e horas juntos, vai ser simplesmente perfeito. Deixe-me explicar. Meu trabalho pagava apenas o suficiente para que eu pudesse pagar o aluguel e pagar pela comida a cada semana. Devido a isso, eu tinha pouco ou nenhum dinheiro na poupança, não o suficiente para durar por um tempo muito longo. Quando você tira esse fluxo de dinheiro, não leva muito tempo até que você não tem mais nada. Eu fui capaz de me manter por alguns dias, mas hoje eu fui despejado. Isso pode realmente ser melhor do que eu tinha pensado originalmente, eu não ficaria surpreso se aquele cara que me deu o número do se quarto, tenha chamado a polícia. Assim, eles não serão capazes de me encontrar, e nós teremos todo o tempo do mundo juntos. É perfeito, não é? Fiz questão de trazer todas as minhas fitas e fotos que tirei, e minhas câmeras, é claro.

Você deveria realmente dizer pro gerente do seu complexo de apartamentos, para obter uma equipe melhor. Eu fui capaz de passar pela segurança facilmente. Eu fui até o seu quarto e bati na porta, mas eu não obtive resposta, então eu decidi entrar por outros meios. Depois de rever as fotos que eu tirei de ontem à noite do seu apartamento, notei que tem um poço de ventilação no canto do seu quarto. Não é surpreendente, considerando o quão quente pode ser o verão aqui. Eu percebi que tinha de haver algum tipo de escotilha de manutenção que eu pudesse entrar. Depois de alguns minutos olhando em volta, encontrei uma porta no final do corredor que parecia ser um armário de limpeza, e, felizmente, havia uma escotilha lá.

Eu rastejei pelo tubo até que entrei no seu quarto, era muito apertado e difícil de mover, mas eu consegui. Quando cheguei lá, porém, eu senti uma onda de sucesso. Deduzi que uma vez que as luzes estavam apagadas e eu não podia vê-lo, que você não estava em casa, mas eu sou paciente. Olhei para cada parte do seu quarto, tentando memorizar todos os detalhes. Seu cheiro tomou conta de mim quando me sentei lá. Eu tinha sentindo ele brevemente durante as duas vezes que eu vi você na loja, mas nunca tão forte. Era fascinante, ele me lembrou de algo, era quase como pêssegos. Fiquei ali sentado debruçado por algumas horas, mas me mantive extremamente paciente. Eu posso sentar completamente imóvel por horas, e não mover um músculo, ninguém iria me notar.

Então, você finalmente chegou em casa. Eu senti um sorriso largo se abrir no meu rosto, assim que ouvi a porta aberta. Lá estava você, meu amor. Claro que você não percebeu minha presença, já que eu estava em um ângulo perfeitamente para que você não pudesse ver nada na abertura do tubo de ar. Tentei conter a minha emoção, mas eu comecei a respirar muito forte. Eu tentei encobrir minha respiração o melhor que pude, mas era difícil ... De repente você olhou diretamente para a ventilação. Fiquei completamente silencioso. Depois de alguns segundos você pareceu perder o interesse.

Isso me fez sorrir. Este era o local perfeito.

Eu pude dizer que eu te assustei, e durante toda a noite você ficou virando pra olha para a ventilação. As pessoas parecem sentir quando eles estão sendo observados, pode enviá-los em completo pânico. Não tente fingir Abby, eu posso dizer quando alguém está acordado, quando alguém está verdadeiramente assustado sono torna-se impossível. Por que você está com tanto medo? Sou só eu, por que eu iria te assustar? Você me ama, certo? Você sabe que eu te amo.

Estou ansioso para passar todos os dias com você agora Abby, escreva de volta, se puder.

Com amor, Jay

Carta 05

Querida Abby,

Eu vi você acordar de manhã, eu não consegui pregar o olho a noite passada. Você era muito cativante, eu passei a noite inteira observando você. Eu não conseguia me segurar... Sempre que eu tentava desviar o olhar de você, parecia ser atraído de volta alguns segundos depois. Você parece ainda mais incrível quando está dormindo, você sabe. Você ficaria surpresa com o quanto você pode aprender sobre a personalidade de pessoas por vê-los dormir. Fiquei tentado a sair da ventilação para obter uma visão melhor de você, várias vezes no meio da noite, mas eu resisti à vontade. Eu não queria que você descobrisse que estou aqui, pelo menos ainda não.

Você parecia passar muito tempo em seu banheiro na parte da manhã, eu assumi que você estava tomando banho ou colocando maquiagem. Por que você faria isso Abby? Qualquer coisa que você poderia fazer para mudar sua aparência só iria encobrir a sua verdadeira beleza. Por que você iria querer fazer isso, você não quer que o mundo todo veja o que eu vejo em você?

Pouco depois você saiu pra trabalhar, ou pelo menos é o que eu assumi. Após cuidadosa consideração, decidi deixar a ventilação. Enfiei minha mão através de uma das fendas e senti um dos parafusos. A superfície do tubo de ventilação era muito suave, que tornava-os muito fácil de encontrar. Agarrei um e desrosqueei, e finalmente fui capaz de tirar. Eu fiz isso com todos os outros parafusos e, finalmente, removi a grade.

A primeira coisa que fiz foi ir até o banheiro. Eu rapidamente eliminei tudo o que eu pude achar que você poderia usar para mascarar seu rosto. Essas coisas me enojam. Desta forma, todo mundo vai começar a ver como você realmente é. Eu também encontrei outra coisa lá dentro, sua escova de cabelo. Agarrei-a e trouxe-a pra perto do meu rosto para examiná-la. Era um azul sem graça. Mas isso não era o que me interessava, os cabelos ... Isso é o que me interessou. Levei uns bons minutos para puxar cada um dele, vê-los e alinhá-los na pia. Eu contei e tinham 59. Isso me agradou muito, eu rapidamente peguei e os coloquei no bolso.

Passei o resto do dia fuçando suas coisas para aprender mais sobre você, seus interesses e tal. Pelo jeito você é uma grande fã de filmes, né Abby? Encontrei sua coleção na parte de trás de seu armário, eu tenho que dizer que foi bastante impressionante. Encontrei outra coisa lá dentro que me deixou louco, uma foto de você com outro homem. Ele me deu nojo só de olhar para ele, segurando-lhe como se fosse seu dono. Eu sou o único que pode tê-la Abby. Ninguém mais.

Por volta das 8:30 da noite, eu ia começar a voltar para a ventilação, já que é geralmente nessa hora quando você voltar do trabalho ... Então eu tive outra ideia. Olhei para a sua cama, os cobertores tocavam o chão, impedindo de ver debaixo da cama, a menos que levantem . Eu coloquei a grade de volta, e, lentamente, deslizei pra debaixo da cama com um sorriso no meu rosto, e esperei por você para chegar em casa. Quando você finalmente chegou, você estava pálida, e notei que alguém mais veio atrás de você. Eles estavam falando com você sobre ruídos vindos de seu quarto durante o dia. Eu mentalmente me xinguei. Eu precisaria ter mais cuidado de agora em diante. Ficar debaixo da cama tinha sido uma boa idéia, já que, obviamente, o seu primeiro pensamento foi o de verificar a ventilação. Você agradeceu à pessoa e ela saiu. Finalmente, você e eu estávamos sozinhos.

Fiquei em silêncio até que você foi para a cama, o que pareceu ser uma eternidade. Eu queria te olhar mais hoje à noite, e esta era a minha chance. Você deitou na cama e apagou as luzes. Mas eu fui cauteloso, eu esperei por horas para me certificar de que você estava dormindo, e quando eu tive certeza, deslizei lentamente pra fora. E eu vi você lá, absolutamente deslumbrante. Cada curva de seu corpo era perfeita, cada detalhe lindo. Eu estava em êxtase só de olhar para você. Estendi a minha mão e eu comecei a acariciar seu rosto, era suave como a seda. Senti-me começando a ficar duro, sua beleza era avassaladora. Eu lentamente comecei a me tocar eu tentei me controlar preocupado em te acordar, mas eu não poderia ajudá-la. Senti-me puro êxtase, tudo sobre você era perfeito.

De repente, você parecia ter começado a acordar. Horrorizado, eu rapidamente deslizei para debaixo da cama tentando ser o mais silencioso possível. Poucos segundos depois eu vi você sair da cama e olhar ao redor. Eu podia sentir seu medo, mesmo sem olhar para você. Você deveria se sentir calmo comigo ao seu redor Abby. Eu vou te proteger Abby, ninguém nunca vai tocar em você além de mim, eu mataria alguém por você Abby.

Fiz questão de prestar atenção hoje, você não tocou em minha carta de ontem ou qualquer correspondência. Pelo jeito você não verifica a sua caixa de correio. Mas vou mudar isso. Vou deixar essa carta em sua mesa amanhã.

Ah, esqueci de mencionar, eu estou fazendo algo especial para você. Verifique seu armário, depois de ler isto.

Para sempre seu, Jay

Carta 06

Querida Abby,

Hoje passei mais tempo trabalhando na sua surpresa enquanto você estava no trabalho. Você realmente vai adorar Abby. Você sabe, eu trabalhei muito nisso. Passei algumas horas cuidando dos toques finais nele, e eu acho que finalmente está pronto para você ver.

Você chegou em casa em cerca de 8:30 de novo, e quase que imediatamente viu a carta que estava sobre sua mesa . Eu comecei a sorrir quando eu vi você abri-lo, esperando para ver sua reação. Foi realmente muito interessante observar o seu rosto. Eu podia ver todas as suas diferentes emoções e pensamentos. Você parecia estar confusa no início, em seguida, chocada, depois horrorizada. Você começou a tremer violentamente e eu vi que você estava começando a chorar. Você não gosta de mim Abby? Por que você estava chorando? Você não me ama? VOCÊ NÃO ME AMA ABBY?

Tudo depois é um borrão. Você olhou para o armário enquanto estava soluçando. Você parecia estar contemplando a possibilidade de abrir ou não. Em vez disso, passou correndo para fora do apartamento. Quando você voltou você tinha todas as minhas cartas na sua mão e começou a ler todas. Em algum momento você começou a surtar e deitar no chão, ainda com lágrimas escorrendo pelo seu rosto. Eu poderia dizer que você estava desesperadamente tentando dizer alguma coisa, qualquer coisa, mas você fosse estava paralisada de medo. Depois de uns 10 minutos, eu vi você olhar debaixo da cama, na saída de ventilação, em qualquer lugar que eu poderia estar. Mas você vê Abby, eu sou mais inteligente do que isso. Eu sabia que você ia procurar nesses lugares. Eu encontrei um lugar melhor depois que eu terminei a sua surpresa. Você nunca vai me encontrar aqui, ninguém vai. Não é ótimo? Eu posso te ver para todo o sempre e não há nada que você ou alguém possa fazer sobre isso.

Você não tinha visto sua surpresa ainda Abby, e eu podia dizer que você ainda estava pensando nisso. Eu vi você olhar por cima de seu armário, eu sabia que queria abri-lo, mas ao mesmo tempo você estava nervosa. O que teria lá dentro? O que você achava? Isso não poderia durar para sempre, porém, você e eu sabíamos disso. Eu vi você caminhar lentamente até seu armário tremendo ao pegar o puxador, tentando manter sua mão firme. De repente, você abriu as portas e viu.

Era um álbum de recortes, nosso. Eu vi você folhear as páginas e você parecia estar chocada. Você não gostou Abby? Eu tenho fotos de você e eu, quando você não estava olhando. Fotos de você dormindo, fotos de você em seu computador. Os seus fios de cabelo que eu coletei, estavam ao redor das fotos em todo o álbum, junto com fotos de casais, com nossos rostos sobre eles, é claro. Eu tenho essa foto de você com o outro cara e coloquei bem no fundo, só que eu não deixei como era normalmente. Eu tirei o rosto do desgraçado. Eu o odeio tanto. Se eu soubesse quem ele era eu iria caçá-lo e fazê-lo sofrer. Você não entendeu Abby? Ninguém, NINGUÉM pode te ter, além de mim. Eu e você somos feitos um para o outro, ninguém mais.

Eu vi você chorar por mais 30 minutos e, em seguida, levantar-se e correr para fora de seu apartamento. Pouco tempo depois que você voltou com vários policiais. Isso me chocou. Será que você não gostou da surpresa Abby? Por que você iria trazer essas pessoas para o nosso quarto? Eles nunca vão encontrar onde estou, mas se eles fizerem isso poderia estragar tudo. Todo o meu trabalho das últimas semanas terá sido para nada. Você não iria querer isso, certo Abby?

Estou exausto do trabalho de hoje, e mesmo que eu te ame, eu preciso dormir Abby. Tenha uma boa noite, eu te amo.

Com amor, Jay

Carta 07

Querida Abby,

Você viu o que você fez Abby? VOCÊ VIU O QUE VOCÊ FEZ? Acordei às 08:00 para vê-la freneticamente fazendo suas malas. Eu estava confuso no início, mas depois eu entendi. Você estava me deixando. Você não me ama. Você não me ama. Como você pôde fazer isso comigo Abby, você era a única coisa que eu queria na vida, eu não tinha mais nada para viver, mas quando eu te conheci eu vi um brilho de esperança. Eu pensei que eu finalmente tinha motivo para acordar de manhã e seguir em frente com a minha vida de merda. E você foi e jogou isso fora. Como você pôde fazer isso comigo Abby?

Alguns segundos depois que você saiu do seu quarto, eu saí do meu esconderijo e te segui. Eu vi você jogar suas malas na parte de trás e, em seguida, entrar em seu carro e liga-lo. Eu não ia deixá-la fugir Abby, eu nunca ia deixar isso acontecer. Corri o mais rápido que pude para o seu carro e quebrei a janela e te arrastei para fora. Você realmente acha que pode fugir de mim Abby? Eu tive que te bater na cabeça para tirar você de lá, você estava fazendo muito barulho. Outra pessoa, alguém que não entende, poderia ter visto e estragado tudo.

Bem, eu tinha um plano se você reagisse assim. Eu dirigi para a unidade de armazenamento na periferia da cidade, eu tinha reservado um deposito para o dia em que decidi morar com você. Eu dirigi e abri ele, eu peguei você e te carreguei para dentro dele comigo. Tinha sido apenas alguns minutos então você ainda estava inconsciente, tive a certeza de verificar através de seus bolsos para ter certeza de que você não tem algum telefone. Eu te botei para baixo na parte de trás da sala pequena, então eu entrei e fechei a porta. Liguei para o proprietário da unidade de armazenamento e disse a ele que eu tinha visitado o deposito outro dia e esquecido de trancá-lo, e lhe perguntei se ele se importaria trancar para mim. Claro, ele disse que sim, e eu desliguei. Eu, então, joguei o telefone no chão e pisei nele, para ter certeza de que nunca iria funcionar novamente. Pouco tempo depois, ouvi o dono chegar e trancar a porta.

Cerca de uma hora depois, eu vi que você começou a se levantar. Ouvi pela primeira vez um leve grunhido, então eu vi a sua perna começar a se mover. Pouco tempo depois que você estava completamente acordada. Quando viu o meu rosto, você começou a gritar, que, em seguida, diminuiu para um gemido e, em seguida, um suspiro. Isso é quando você viu, a outra coisa na sala. Minha faca. Era óbvio por que ela estava lá, e depois de um ou dois segundos de pensamentos você pulou e agarrou-a.

Te olhei com meus olhos vazios e disse: "Abby, eu te amo." E então eu senti a dor penetrante da faca que entrava na minha carne, pelo lado do meu corpo. Eu senti ela ser puxada e estocada de novo. Eu podia senti-la todo o tempo, como um fogo que estava queimando meu peito. Eu caí no chão, rindo enquanto tossia sangue. Eu vi você se afastar, tremendo, e sentar-se no canto.

E agora, eu estou sentado aqui em uma poça do meu próprio sangue escrevendo isso, eu me pergunto como você vai sair. Você vai usar a faca para tirar sua própria vida? Ou você vai deixar a fome levá-la? De qualquer maneira, nós estaremos juntos na morte Abby. Juntos desde o dia em que te vi, até o dia em que ambos morrermos, assim como eu queria. E enquanto você senta lá, chorando, posso ver que você entendeu o que está acontecendo.
Abby, isso é tudo que eu sempre quis, e por isso eu tenho que dizer obrigado.

Com amor, Jay. 

Caramba, muito legal ein? O que vocês acharam? Se eu tivesse escrito esse conto, a carta 07 começaria com "Querido Jay... Me desculpe por ter te assustado, mas após ler suas cartas, percebi que poderia compartilhar os pensamentos que tenho e que há muito tempo pensava estar sozinha, mas agora encontrei alguém que sei que posso confiar, você ainda não entende, mas te farei entender..." e aí o Jay descobria que ela também tem seus próprios segredinhos è_é.

Um comentário:

Unknown disse...

Porra desde o começo pensei que a Abby era a psicopata... e que teria um plot twist na história, e sim pensei a mesma coisa que você sobre a carta 7 auehauheauheuae.