Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Amazing Princess Sarah - Jogo com muita pancadaria

É engraçado não é? Normalmente quando se vê a palavra "Princess" em uma obra, não se espera que vá ser algo que tenha pancadaria. Isso é algo que é quebrado com Amazing Princess Sarah, um jogo onde a pancadaria rola solta, com uma princesa valentona que além de descer a mão na cara dos inimigos, não se contenta só com isso e também usa seus cadáveres como arma, para vocês verem como o negócio é brutal hahaha, apesar disso é um jogo que não pode ser considerado como violento, já que não há sangue e o seu visual é um tanto fofinho.

A história se passa no Kaleiya, um reino de paz e harmonia constante, no entanto o rei é seduzido pela maléfica Lilith, que inicialmente é uma gatona, mas logo revela sua verdadeira aparência e mostra ser uma baita de uma demônia. Após se casar com o rei, ela quer dominar tudo, e tem como objetivo assassinar Sarah, a princesa e verdadeira herdeira dessas terras. Mas o que a monstrenga não esperava é que Sarah fosse da pesada, e assim a princesa sai descendo um rastro de corpos de criaturas invocadas por Lilith, em uma aventura para tentar assassiná-la e trazer de volta a paz ao reino.

Acredito que é bastante comum alguns jogadores começarem a jogar esse jogo e já lembrarem rapidamente de Akane the Kunoichi, e isso não é mera coincidência, a verdade é que ambos os jogos tem uma forte ligação, já que foram feitos pela mesma desenvolvedora, a Haruneko, então embora cada um tenha o seu toque especial e universos próprio, os fãs de um dos títulos certamente irão adorar o outro.

A jogabilidade é bem básica quanto a jogos de plataforma, também adicionando um leve toque de metroidvania, fazendo você ir e voltar em alguns lugares para ter que ativar passagens e então seguir em frente, porém sem muita profundidade quanto a esse gênero, no final das coisas acaba sendo mesmo um jogo de plataforma.

Agora o charme todo especial do jogo, é a pancadaria, nele você tem um botão de ataque e os monstros tem barra de vida, mas você também tem a habilidade de levantar objetos e jogar onde quiser, e até mesmo levantar os cadáveres dos monstros para jogar em outros e causar dano. Há também chefes e batalhes bem divertidas, em ambientes cheios de armadilhas.

Graficamente o jogo é muito simpático, apresentando um estilo semelhante ao da era 16 bits, meio pixelizado, e a própria jogabilidade é semelhante a jogos daquela época, existe um design meio baixinho nos personagens que lhe dá um toque bem especial.

Enfim, esse é um ótimo jogo para se passar o tempo, vai direto ao ponto no que apresenta, e para quem querem apenas algo para se divertir sem compromisso, essa é uma ótima opção de escolha. Quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

2 comentários:

Unknown disse...

Sky, eu não sei se vc sabe,mais essa Lilith realmente existiu na cultura mesopotâmica,egípicia e e até na Bíblia.Segundo algumas interpretações da Bíblia,ela foi criada junto com Adão; e por não se submeter a ele,Lilith foi expulsa de Éden mesmo antes de Eva ser criada.

Skywalkerpg disse...

Aham, ela é usada em diversas obras também. =D