Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Point Perfect - Um jogo pra você ficar muito frustrado!

Existem alguns jogos que tem um baita dom de conseguir fazer duas coisas opostas ao mesmo tempo, a primeira é gerar uma enorme frustração, e a segunda é gerar um vício imenso. Naturalmente isso é estranho, afinal de contas quem é que vai ficar viciado em um jogo frustrante? Point Perfect consegue fazer isso exatamente porque ao mesmo tempo em que te coloca em um desafio muito difícil, também acaba te fazendo sentir que irá conseguir passar de uma parte, e assim te faz repetir várias e várias vezes até conseguir uma pontuação maior.

Como já deve ter dado para notar bem, esse não é bem um jogo que tenha foco em uma história, portanto tudo é concentrado principalmente na jogabilidade aqui e assumidamente o jogo foi feito para ter um estilo arcade. Sendo assim, aqueles que adoram testar suas habilidades e tentar atingir uma pontuação cada vez maior, certamente irão adorar esse aqui, especialmente para aqueles que tem irmãos ou alguém para desafiá-lo constantemente a tentar ultrapassar a pontuação.

A jogabilidade é das mais esquisitas, não é explicado nada e certamente na primeira vez que qualquer um joga, sem saber de nada, acaba perdendo até descobrir exatamente o que deve ser feito. Nas minhas primeiras partidas, eu perdia rapidamente sem conseguir atingir pontuação alguma e apenas tentando imaginar como era possível vencer as criaturas que apareciam na tela. Para pessoas mais desesperadas, isso pode ser o fim, porém para aqueles que realmente estejam afim de jogar algo para passar o tempo, certamente logo irá acabar descobrindo o que precisa ser feito.

Basicamente você é um ponteiro de mouse e diversas criaturas começam a surgir do lado direito da tela e atravessá-la, o objetivo é selecionar essas criaturas para que elas explodam e você ganhe pontos, mas esse é só o começo, logo o jogo passa a ter uma variação enorme na jogabilidade, você não pode encostar o mouse nos inimigos, pois perderá uma vida, e acontecerão coisas como uma linha vermelha surgir no meio da tela e começar a girar, sendo que você tem que acompanhar os movimentos para que ela não te toque, ou um jogador de baseball que arremessa algumas bolas e você tem que selecioná-las para que elas retornem, como se estivesse rebatendo.

É sempre preciso ficar se adaptando constantemente as coisas que acontecem, e é muito fácil perder, no começo das partidas você escolhe um certo bônus que terá, podendo fazer a energia que explode os monstros carregar mais rápido, ter uma vida extra, ou ter uma pontuação que sobe sozinha por segundo, ou seja, quanto mais tempo sobreviver, mais pontos irá gerar. Mas mesmo escolhendo qualquer uma das três, a quantidade de inimigos é tanta que acaba muito fácil perder, e o jogo não se contenta apenas com a sua própria frustração, ainda foram feitas certas animações que caçoam de você, como o personagem que ri e aponta pra tela.

Graficamente o jogo tem um estilo todo especial, além de apresentar uma jogabilidade a moda antiga, e o "personagem" ser um ponteiro de mouse, ele foi feito para simular um windows antigo, como se você estivesse jogando contra elementos do computador, sendo assim o visual usado é como se fosse a de um jogo da era 8 bits, e cheio de personagens que aparecem de tempos em tempos, ficou realmente bonito de se ver.

Mas enfim, ta aí uma opção de jogo realmente desafiador e que você pode gostar muito, vale a pena dar uma conferida, especialmente os fãs de arcades. Para quem se interessar pode dar uma olhada no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: