Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 27 de julho de 2014

O jogador que confrontou a SWAT por jogar Call of Duty!

Todo mundo sabe que é lotado de jogador nervosinho por aí, simplesmente chega a ser a um nível irritante e que pode fazer uma partida que era pra se relaxar virar algo realmente desagradável. Sendo assim vários palavrões e uma falta de educação constante aparecem direto em partidas online. Nem sempre isso é apenas pelo fato de alguém não jogar bem, às vezes é exatamente o contrário, quando a pessoa joga bem demais ela pode ser taxada de usar algum tipo de programa para auxiliar no jogo. Os maus perdedores estão em toda parte e não aceitam que podem perder partidas, pensam que só podem ganhar, fazendo com que as derrotas sempre tenham uma explicação ou despertem o seu instinto vingativo.

Mas bom, estou falando isso porque tem tudo a ver com a postagem de hoje, acontece que era apenas mais um tranquilo dia de abril de 2014 quando 60 homens da SWAT, incluindo caminhões blindados, helicópteros e snipers apareceram em Long Island, uma área de Nova Iorque e cercaram uma casa, preparados para enfrentar um lunático que ali estava. O mesmo havia ligado para a polícia a avisado que tinha matado a própria mãe e que agora ia matar mais pessoas ainda. Obviamente algo que precisava de uma medida de emergência, afinal ninguém quer um psicopata a solta, especialmente quando o próprio avisa a polícia.

O estranho foi que após a ligação, a SWAT não conseguiu mais entrar em contato com o assassino, e tentou ligar por vinte minutos, mas o seu telefone não era atendido, e só quando o rapaz saiu de casa e a mãe do mesmo apareceu é que as coisas começaram a parecer esquisitas demais e houve um contato com o mesmo, e tudo começou a ficar claro.

Call of Duty, o jogador de 17 anos Rafael Castillo acabou vencendo a pessoa errada, e assim um nervosinho da internet usou seus dotes hackers para rastrear o endereço IP de Castillo e conseguiu descobrir onde o mesmo morava, e assim entrou em contato com a polícia informando o lugar e inventando a história da mãe ter morrido.

Nenhum comentário: