Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 9 de junho de 2014

The Floor is Jelly - Uma verdadeira obra de arte jogável!

Esse é um jogo que assim que eu vi as screenshots, logo notei que o visual era muito bonito e me causou um certo interesse, decidi então dar uma olhada no trailer, e aí sim percebi que realmente tratava-se de um jogo capaz de te deixar apaixonado imediatamente. Uma ideia fabulosa aplicada de uma maneira tão interessante que te faz logo saber que trata-se de um jogo que é arte pura transmitida em forma de jogo.

Esse é um jogo onde a história é a própria jogabilidade, pela descrição feita pelos criadores aparentemente o jogo é baseado em um  pensamento ou sonho que alguns podem já ter tido. Quem não gosta de geleia não é mesmo? E coisas gostosas sempre levam a pensamentos exagerados sobre aquilo, imagine uma piscina cheia de geleia onde você pode pular e nadar nela? Mas e se fosse algo mais exagerado ainda? Imagine um mundo inteiro feito de geleia... E é assim que surge o universo de "The floor is Jelly".

A jogabilidade te coloca em um mundo onde as coisas tem um formato próprio, porém tudo é feito de geleia, sendo assim todas as coisas podem acabar entortando dependendo de como você tocar nelas. A jogabilidade é completamente baseada nisso, pois você usa esse universo para poder deforma certas estruturas e assim usá-las como camas elásticas e outras coisas.

No começo as coisas são relativamente simples e se limitam puramente a pulos, sendo assim você tem que aprender os momentos certos para pular e se aproveitar do impulso de algum lugar, por exemplo você pula no chão, ele afunda e logo te joga pra cima, se você imediatamente pular de novo, irá perder aquele impulso, mas se você pular no tempo certo em que o chão estiver subindo de novo, irá se aproveitar do impulso e ser lançado ainda mais alto e assim ir fazendo isso até conseguir alcançar certos lugares. A mesma mecânica é usada em paredes e assim te permitem ficar se lançando de uma para outras.

Logo são apresentados elementos novos, como a água, que não te afoga, porém te lança pra cima com força, e alguns finais de fases estão submersos. Há também certos elementos que não podem ser tocados e assim dificultam muitas vezes para se chegar em alguns lugares e te fazem ter que calcular certinho como passar por certas áreas.

O jogo se aproveita da mecânica para fazer algumas fases realmente inteligentes, como por exemplo uma em que a janela que leva ao próximo nível está bem em baixo da plataforma onde está o personagem, sendo que não há paredes e em baixo da janela não há nada, ou seja se você cair perde, então como atingir tal lugar? Usando a própria mecânica do jogo você arruma um jeito bem interessante de fazer isso.

Os gráficos são simplesmente maravilhosos, apesar de serem em 2D, tudo é lindo demais, tem um estilo que te faz sentir como se estivesse olhando para um quadro. Os personagens são apresentados em forma de silhueta, e assim você vê pássaros, folhas, peixes, macacos, tudo em um formatinho lindo de se ver. Isso tudo sem contar com o cenário se deformando, é realmente muito interessante a forma que o jogo é apresentado.

Enfim, fica aí um jogo desafiador que realmente é capaz de viciar muita gente e eu recomendo, acredito que muitos aqui irão se apaixonar. Quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: