Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 8 de junho de 2014

Pixel Boy and the Ever Expanding Dungeon

Esse é um daqueles jogos que carrega uma essência semelhante à de Diablo, o que naturalmente acaba viciando bastante qualquer pessoa que jogue, com a sensação constante de estar ficando cada vez mais poderoso, porém com um toque especial próprio que acaba encantando bastante. Pixel Boy é daqueles jogos simpáticos que tem um visual muito agradável, uma mecânica simples, e pode garantir horas de diversão, pecando apenas no fato de não ter um multiplayer, o que seria realmente espetacular de ser visto aqui.

A história é bastante básica e notavelmente feita apenas para fundo, já que o foco realmente é a jogabilidade, inclusive a própria narração carrega um toque de humor, e há muitos elementos que lembram jogos mais infantis à moda antiga. Por exemplo o nome do personagem é Pixel Boy, um nome que definitivamente acaba sendo "nome de personagem de video game antigo", e ele está na cidade de Resolutia, onde há uma entrada para uma masmorra cheia de monstros.

A jogabilidade é a de um action rpg, portanto você controla um personagem que vai matando monstros e subindo de nível. Centenas (talvez milhares) de monstros vão aparecendo no seu caminho e naturalmente você tem que massacrá-los, o que irá te dar experiência para depois ganhar pontos e gastar nos seus atributos ao passar de nível, por exemplo aumentar a distância de suas magias, ou o dano, além de também ser possível criar armas e armaduras novas.

Existe um sistema de forja de armadura muito legal onde você precisa conseguir os itens para montar da maneira que você achar mais adequada. E assim armaduras com efeitos variados são forjadas, sendo que você realmente se sente muito mais poderoso com as habilidades que cada uma proporciona, porém é necessário fazer a manutenção da mesma, ou com o tempo ela irá se despedaçar, já que aos poucos vai estragando com as pancadas que você toma dos monstros.

Existe um sistema de power ups de suas habilidades, e assim você pode ver efeitos variados que te deixam bastante viciado. É realmente maravilhoso pegar uma habilidade e perceber que o seu ataque passa a ser muito mais efetivo e faz a jogabilidade variar. Por exemplo existe a simples habilidade de ao invés de você lançar uma magia, sair três de uma vez, porém existem outras que realmente irão fazer a sua forma de atacar mudar, como o power up que faz a sua magia voar um pouco a sua frente, mas então do nada se dividir em duas e ir em direções opostas. Isso impede que você atinja um inimigo que esteja bem a sua frente, pois como a magia se divide em dois, ela não irá em frente, por outro lado isso permite que você atire por trás de portas e acerte inimigos que não conseguiria normalmente.

Os gráficos são muito fofinhos, são vistos de cima e usam um visual 2.5D e o estilo em que os objetos foram modelados tem um charme todo especial, com coisas como árvores quadradas que lembram brinquedos. Há muito brilho também nos ataques, e os ambientes são gerados aleatoriamente, sendo assim você certamente não irá ver novamente um ambiente de um jogo, por mais que o estilo seja o mesmo.

Enfim, ta aí um jogo bastante divertido e que acho que só faltou mesmo um multiplayer, mas que definitivamente pode consumir horas e horas da vida de alguém. Eu recomendo, para quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: