Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 8 de junho de 2014

Ampu-Tea : Um jogo capaz de te frustrar e fazer rir muito

Esse é um daqueles jogos que divide públicos, podendo criar verdadeiros viciados que querem jogar mais e mais, e ao mesmo tempo pessoas frustradas ao extremo, e que nunca mais queiram jogar. Mas indo direto ao ponto, esse aqui é um jogo exatamente no mesmo estilo de Surgeon Simulator 2013, portanto com certeza terão aqueles que não vão gostar nem um pouco da ideia de ter que passar por isso de novo, aqueles que amarão ter uma alternativa, e lógico, aqueles que vão olhar feio pro jogo por usar um estilo já usado. Mas é o que sempre falo, não temos que ver jogos como cópias, mas como gêneros que antes não existiam e de repente passaram a existir.

O jogo tem história e ela é um tanto sádica e de humor negro, você controla um amputado, porém para a sua sorte você está participando de um programa de reabilitação que usa a mais alta tecnologia e assim te colocou um braço robótico, mas não é tão fácil assim controlar e por isso nesse programa você é colocado para fazer chá. E é daí que vem o macabro nome Ampu (de amputado) e Tea (Chá em inglês).

A jogabilidade te coloca com uma lista de coisas para fazer na hora de preparar o chá, por isso você tem que ir pegando os ingredientes e servindo, o problema é que o jogo usa uma física quase realista e te coloca para controlar cada dedo e movimento do braço. Desse jeito você pode derrubar tudo muito facilmente, e para conseguir fechar os dedos de uma maneira que um objeto não caia pode ser um verdadeiro inferno. Naturalmente a bagunça é constante, você vai pegar um objeto e derruba um monte de coisas pelo caminho.

Naturalmente o jogo tem o seu público certo, e o mais adequado é que seja jogado com amigos, para que riam juntos e possam ver o caos acontecendo. Por outro lado há aqueles que conseguem se divertir de qualquer maneira e são capazes de rir da própria desgraça, mas realmente acho que não é para todos. E claro, há aqueles que consideram Ampu-Tea como um verdadeiro exercício para frustração, porque se a pessoa conseguir jogar isso e se manter calma, certamente não vai ser qualquer coisa que a abalará!

Vi algumas críticas pesadas em relação aos gráficos do jogo, mas realmente achei um pouco injustas, é claro que não é aquela coisa super realista, porém achei convincentes, são semelhantes a CG's, as texturas não são de alto nível, mas em geral pra esse estilo de jogabilidade não creio que seja algo que vá incomodar de verdade, pois feio não é, apenas não é espetacular, existe até mesmo um certo charme próprio.

Enfim, ta aí um jogo que a jogabilidade é bem direta no que propõe e normalmente ou se ama ou se odeia, porque o jogo é tão frustrante que a pessoa realmente ou quer ou não quer jogar, não creio que haja aquela moleza de "Será que devo jogar?". Mas enfim, se você estiver afim de conhecer melhor, confira o site oficial do desenvolvedor do jogo.

Nenhum comentário: