Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 27 de maio de 2014

Rage Runner - Um jogo que mistura vício e frustração!

Existem alguns jogos que os seus criadores conseguem escolher nomes perfeitos para definir exatamente a essência da obra. Rage Runner é exatamente um desses jogos, é a forma em inglês para se dizer algo do tipo "Corredor da raiva" ou "Raiva do corredor" algo assim, e é exatamente o que o jogo passa, não demora muito tempo para você ficar frustrado e pensar em como diabos é possível se passar de um lugar. Apesar disso esse é daqueles jogos que a raiva gerada não causa puramente frustração e indignação, mas também faz com que o jogador se sinta desafiado e realmente queira ir em frente.

Não é um jogo com história, esse é daqueles que foi feito com foco puramente na jogabilidade, portanto assim que você começa a partida o jogo já vai direto ao ponto e te coloca em um ambiente espacial futurista que faz imaginar que se houver uma história por trás disso, provavelmente envolve a fuga de algum lugar, que acaba lembrando aqueles corredores completamente metálicos da estrelha da morte.

A jogabilidade é relativamente simples, e basicamente você tem que desviar dos obstáculos que aparecem pela frente, podendo girar a nave e deixá-la na vertical para que seja mais fácil atravessar lugares apertados. Porém não existem apenas pilastras, realmente há uma grande quantidade de lugares que você tem que tomar decisões rápidas, tendo que subir, descer e posicionar bem para entrar de forma precisa neles, pois um pouquinho para o lado é o suficiente para que sua nave colida e exploda.

Também existe um sistema de coleta de energia bem legal, você pode usar a energia que pega durante o voo como arma, escudo, turbo e assim você tem que saber como utilizar da melhor maneira, pode ser um escudo de última hora para salvar a nave, mas pode ser também o único tiro que você tem para destruir uma barreira que está logo a frente e não apresenta outra saída a não ser atirar nela. Sendo assim o jogo te faz ter que tomar decisões rápidas o tempo todo e se sentir constantemente tentado a usar ou não a energia disponível.

A experiência é muito viciante, nas primeiras vezes que joguei, eu simplesmente não sabia que o jogo era desse gênero, por isso ao morrer em poucos segundos diversas vezes seguidas e sem aparecer tutorial algum eu fiquei surpreso, me perguntei se o jogo era bugado ou algo assim, mas foi então que entendi que eu tinha que me adaptar, e aí passei a ir mais e mais longe, e sempre que perdia pensava "Só mais uma vez..." e acabava indo de novo várias vezes hahaha.

Graficamente o jogo é simples, não é nada impressionante, porém cumpre bem o seu papel, o cenário é sempre linear e passa rapidamente, tudo com aquele clima de ficção científica, a nave também é feita em um modelo comum, algo simples, mas visto que o foco do jogo é a jogabilidade, acredito que não vá incomodar ninguém.

Enfim, ta aí um jogo bom para se passar o tempo e que apesar de deixar um pouco nervoso, é perfeito para jogadores que gostam de se sentir desafiados. Para quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial de Rage Runner.

Nenhum comentário: