Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Conheça o episódio esquecido de Game of Thrones!

Quando eu falo que a HBO é a minha emissora favorita, tenho fortes motivos para isso e entre eles está a valorização da qualidade que ela coloca em suas séries. Um caso que chamou a atenção em 2011 foram três séries que se destacaram na baixa audiência e apenas uma delas foi renovada, a Enlightened, o que acaba soando estranho e absurdo, afinal de contas como assim a com menor audiência e obviamente menos lucrativa é a que é renovada? Pois bem, o negócio é que a emissora lança suas obras não se preocupando com um público enorme e horrores de dinheiro graças a isso, mas sim com a crítica, com as premiações, etc. Ou seja, ela quer fazer programas de qualidade e que lhe garanta uma verdadeira coleção de séries premiadas, e não uma coleção de séries clichês horrorosas feitas apenas pro povão se amontoar. Não é atoa que a mesma é a responsável pela New York International Latino Film Festival, que costuma mostrar em sua forma de divulgação a clara diferença entre o que é um filme comum e o que é uma obra de arte.

E naturalmente, para preparar as suas séries, a emissora acaba investindo fundo, pois naturalmente gosta de investir e acertar de primeira, e não poderia ter sido diferente com Game of Thrones. E para fazer a série, ela primeiro quis fazer um teste, e assim em 2009 gravou o primeiro episódio do seriado, só que o interessante é que não foi o episódio que todos conhecemos, mas sim outro bastante diferente, ela fez duas versões do episódio 1 e escolheu qual dos estilos seguiria, deixando o outro esquecido e limitado a apenas um pequeno público.

Apesar de tudo o roteiro e detalhes do episódio foram liberados na internet, e a coisa que mais se tornou popular foi o fato de que a Daenerys Targaryen (A mãe dos dragões) não foi interpretada por Emilia Clarke, como na versão final, mas sim Tamzin Merchant, Catelyn Stark(A mãe da família Stark) era interpretada por Jennifer Ehle, e não Michelle Fairley.

A abertura também era diferente, apresentando inicialmente um homem velho, onde seu rosto não aparecia, mas ele estava escrevendo umas mensagem e logo depois a colocava na perna de um corvo e o despachava, e assim a câmera ia seguindo o corvo, que subia até as terras do reino se tornarem um mapa, e de acordo com os locais por onde ele passava, baixava novamente até o mapa mais uma vez se tornar um cenário real e apresentava alguns locais mais simbólicos, como as torres de Winterfell e atravessava as terras de Westeros até pousar no trono de ferro. Interessante, não? Levando em consideração a qualidade das aberturas da HBO, como por exemplo a de True Detective, sei que deve ter ficado incrível, embora eu adore a abertura que escolheram, então só vendo mesmo pra saber qual seria a melhor.

Enfim, é engraçado como as coisas podem ser um bocado diferentes, não é mesmo? Imaginem quantas séries já não devem, não ter sido gravadas, mas certas mudanças significativas no roteiro e em como as coisas poderiam ter ido diferente para melhor ou para pior.

Nenhum comentário: