Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Aarklash: Legacy - Um maravilhoso RPG tático!

Ahhh, os maravilhosos universos de fantasia não é? Alguns são extremamente conhecidos como o do Senhor dos Anéis, outros são bem mais tímidos como o maliuco Disc World, mas uma coisa é, eles sempre nos provocam, sempre bate aquela sensaçãozinha tão fantástica de vagar por aquele universo seja assistindo, lendo, jogando ou de outra forma misteriosa hehehe.

Tem alguns jogos que acaba não sendo muito apropriado classificá-lo como um gênero apenas, porém para facilitar a informação é o único jeito colocar o título assim. E Aarklash: Legacy é exatamente assim, um jogo que sendo curto e direto, trata-se de um RPG tático graças à sua jogabilidade com esses elementos se destacando, porém assim que você começa a jogar, perceber a essência apresentada em diversos gêneros de jogos, então no caso a melhor classificação se for para se explicar tudo é a híbrida. E como todo mundo sabe, jogos híbridos costumam oferecer fórmulas bem interessantes.

A história apresenta um continente chamado Aarklash, um lugar onde há um constante duelo entre as forças das trevas, do destino e da luz, assim como constantes alianças e quebras de alianças surgem. Você assume o papel de um grupo de personagens que participam de um clã de mercenários, porém os mesmos passam a ser caçados por todas as partes por supostamente terem cometido um terrível crime. No entanto isso é uma farsa e assim você deve guiar o clã em busca dos responsáveis pela conspiração feita.

Graças ao visual do jogo, eu tive uma visão bastante diferente do que seria, e inicialmente pensei que era um jogo muito semelhante a Diablo 3, mas assim que comecei a jogar, vi que realmente não seguia o mesmo estilo, colocando assim vários gêneros juntos. Você assume o papel de quatro personagens, sendo que tem oito opções que pode escolher para formar esse grupo, e assim deve vagar com os mesmos e ir cumprindo as missões e fazendo a trama se desenvolver.

O jogo tem um forte elemento tático, você seleciona os personagens como em um jogo de estratégia em tempo real, usando o mouse para selecionar um a um, ou arrastando para selecionar todos de uma vez e assim os manda para os lugares que quer. Assim que um inimigo é avistado, a tela é pausada e você pode escolher as ações que cada um terá. E isso é o que torna o jogo tático, a pausa, mas apesar de tudo, ele não é em turnos, realmente é apenas uma pausa de jogo para se ter tempo para pensar, graças a isso há uma bela fluidez no jogo, pois se um inimigo lançar uma bola de fogo, você pode pausar na hora, mandar os personagens saírem da frente, e aí retirar a pausa.

Cada personagem tem habilidades únicas e graças a isso requerem atenção de formas diferentes, sendo que a forma que as habilidades são usadas são bem interessantes em alguns momentos e requerem uma bela estratégia, por exemplo há uma personagem que cura, porém ela lança um disco que atinge o alvo e depois retorna para a sua mão, mas graças a isso é preciso se posicionar da maneira certa ou você pode acabar atingindo quem não queria, isso faz com que algumas vezes seja preciso mover os personagens para se mirar de forma adequada.

Quanto a elementos de RPG, existe uma árvore de talentos, onde as suas habilidades vão sendo cada vez mais aperfeiçoadas, e itens que podem ser equipados para que os personagens fiquem ainda mais poderosos. De certa maneira o jogo me lembrou um pouco Warcraft 3 nas missões em que era necessário sair andando com os heróis por um mapa fechado até chegar a um certo destino.

Os gráficos são realmente muito bonitos, há um toque artístico todo especial e uma enorme quantidade de detalhes, como sombras que se movimentam de acordo com a posição da luz, fumaça saindo de fogueiras, pequenas faíscas surgindo e desaparecendo, ondas nas águas causadas pela travessia dos personagens. Isso sem contar com os ambientes apresentados, existe uma grandiosidade nos lugares, por exemplo ao passar por uma ponte e se ver lá em baixo grossos troncos de árvores que vão descendo e sumindo em uma neblina, é bastante bonito. Infelizmente a dublagem na minha opinião já é algo que ficou um pouco estranho, até que ficou boa em alguns personagens, porém tem outros que fica meio forçada, mas isso realmente é questão de opinião.

Enfim, para quem estava procurando um jogo tático com uma liberdade maior de movimento e vários elementos de outros jogos, Aarklash: Legacy pode ser uma maravilha. Vale a pena dar uma conferida no site da G2A, pois lá eles costumam vender keys da steam por um valor bem mais barato que na própria steam e ainda aceitam boleto bancário. Dê uma conferida aqui.

Nenhum comentário: