Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

terça-feira, 29 de abril de 2014

A lenda dos milhares de cartuchos enterrados do jogo ET!

Acredito que todo mundo que visite o blog, conhece o filme "ET - O extra terrestre", dirigido pelo Steven Spielberg e um baita de um sucesso. E na época, os video games estavam estourando, tudo era uma novidade, não era como hoje que quase todo jogo que sai já é considerado clichê, naquela época saiam jogos iguais, mas tinha tão pouca divulgação e tão poucas opções em comparação a atualidade, que para os gamers, as coisas eram muito mais impactantes, e claro as empresas estavam feito urubus em cima da carniça, a mentalidade da época era "Tudo que lançarmos, vai vender!" e isso melhorava ainda mais quando carregava no título o nome de algo famoso, sendo assim o jogo de ET foi lançado para atari e marcou de forma inusitada a história dos video games.




A jogabilidade te colocava no controle do extra terrestre e você tinha que andar por aí, duas pessoas apareciam para tentar te pegar e levar pra uma prisão, e você tinha que coletar vários pontinhos espalhados pelos cenários, também haviam buracos que você caía o tempo todo mas podia usar o poder de levitação pra sair dele e voltar a explorar por aí.

O grande problema é que o jogo era tão, mas tão ruim que vendeu apenas aquilo que o sucesso do filme impulsionou e a má fama conseguiu ser mais rápida, a ponto de logo a notícia se espalhar e ninguém querer mais comprar, não bastando isso, grande parte das pessoas que compraram, enviaram de volta as suas cópias, dando assim um baita de um prejuízo e fazendo com que a desenvolvedora ficasse lotada de cópias. Sem saber o que fazer a mesma decidiu se livrar levando para um aterro no Novo México, e colocando assim milhares de cópias do jogo no fundo da terra.

Esse é aquele tipo de caso que muitos gamers cresceram ouvindo sobre, de vez em quando a história surgia de novo em algum site de jogos. Uma coisa que sempre pensei sobre o assunto foi "Por que não deram de brinde?" afinal de contas por mais que o jogo seja ruim, convenhamos que somos consumistas e as pessoas gostam de coisas grátis, então seria uma boa forma de publicidade. Será que o jogo era tão ruim que eles temiam dá-lo assim?
Por que não fazer uma super promoção e esperar vender com o tempo? Tudo isso era pelo espaço que tava ocupando? O caso foi tão estranho que a história logo começou a ser meio que desacreditada, esse papo de jogarem fora assim várias fitas em perfeito estado era estranho demais. E assim surgiu a lenda urbana, alguns acreditando, outros não, o teor exagerado de um jogo ser tão ruim a ponto de ser enterrado gerou dúvidas.

Mas em 2014 a Microsoft resolveu fazer um documentário sobre o caso, algo que sem dúvidas chamou a atenção, afinal de contas sempre foi uma lenda bem interessante. E o documentário se tornou ainda mais interessante quando foi declarado que iriam desenterrar o lugar e procurar pelas fitas. Após algum tempo de negociação a empresa conseguiu a autorização e claro, anunciou a escavação antes de fazerem, gerando uma baita expectativa, e em 26 de abril de 2014 a lenda finalmente se revelou real! Pois foram encontrados os cartuchos!
Caramba, incrível demais isso, não acham? E também uma baita de uma curiosidade, um climinha de mistério desvendado hehehe, confiram as imagens:





Um comentário:

Leon Cotocso disse...

eles queriam lançar o jogo antes do natal daquele ano, então com tao pouco tempo para desenvolver o jogo ele acabou ficando horrível para nao perderem dinheiro com estocagem eles simplesmente jogaram fora.vi essa historia em dessas revistas de games.