Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 8 de dezembro de 2013

Vector - Um jogo com movimentos surpreendentes!

Antigamente a movimentação nos jogos eram feitos de uma maneira completamente digital, simplesmente os personagens eram desenhados e a forma deles andar também. Mas com o tempo, o realismo passou a ser algo realmente exigido por jogadores e assim foi adicionada a captura de movimentos, sendo que os grandes jogos de hoje em dia são feitos em geral com atores de verdade para capturar os movimentos e fazer apresentações bastante realistas. No entanto mesmo assim mesmo que isso tenha se tornado algo comum, ainda tem jogos que conseguem impressionar por seu realismo e esse é o caso do jogo dessa matéria.

Quando eu assisti o trailer desse jogo, a primeira coisa que notei foram os movimentos do personagens, sem dúvidas essa é a grande estrela do show, porque os movimentos são extremamente lindos, mas vendo que se trata de um jogo em 2D, fiquei pensando se tinha sido mesmo usado um ator para fazer os movimentos impressionantes ou se essa obra foi feita a mão. E assim que mostrei pra um amigo, ele fez exatamente essa pergunta, por isso acho que os movimentos são tão lindos, que fica difícil não imaginar se foi ou não usado um modelo real.

Esse jogo se passa em um mundo no futuro onde ninguém mais tem liberdade e todos são manipulados pelo sistema, no entanto há aqueles que não suportam essa ditadura e decidem fugir, mas para isso terão que sobreviver aos soldados do sistema, que os caçarão até conseguir capturá-los. Sendo assim você deve usar todas as suas habilidades para fugir por cima de prédios.

A jogabilidade lembra muito a de Mirror's Edge 2D, no entanto a essência é bastante diferente, você sente um realismo extremo graças à movimentação extremamente linda do personagem e deve conseguir fazer os movimentos nos momentos certo ou irá ficar mais lento e no pior caso pode até morrer, sempre terá um cara te perseguindo e ele não pode te pegar se não você perde. O jogo coloca caminhos diferentes em diversos momentos e você deve escolher qual deles é o melhor para fazer a manobra, sendo que algumas vezes há caminhos falsos que podem te levar pra morte certa.

Os controles são bastante fáceis, já que o seu personagem fica em movimento o tempo todo, apenas as setas do teclado são usadas e dependendo da forma que você aperta, você faz movimentos diferentes. Isso limita um pouco a jogabilidade também, mas devido à quantidade de movimentos lindos que você vai presenciar, acaba não ligando tanto.

O jogo é feito em gráficos vetoriais, por isso os personagens são apresentados apenas como silhuetas e em geral é tudo bastante simpático, apesar de não ser algo exatamente inovador, já que anteriormente foram apresentados visuais parecidos em jogos como Nihilumbra e Limbo.

Enfim, esse é um ótimo jogo para se passar o tempo, no começo é fácil mas vai ficando cada vez mais difícil e desafiador, e te fará repetir diversas vezes a missão para tentar mais uma vez. Para quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

2 comentários:

Lucas Silva disse...

Achei o jogo muito foda,mas o que seria gráfico vetorial?

Skywalkerpg disse...

Existem programas que editam imagens na base de pixels com milhares de cores, e existem programas que fazem imagens no estilo vetor, que ao invés de ser um monte de quadrados, são um monte de linhas com cálculos matemáticos. Sendo assim se você pegar uma imagem com pixels e imprimir ela em um poster de 50 metros pra propaganda, vai virar um baita quadrado. Já uma imagem em vetor, se você esticar ela, como trata-se de calculos, o computador simplesmente vai calcular quanto é equivalente a ela naquele tamanho e vai aumentar todas as linhas juntas, deixando assim lisinho. Mas graças a isso gráfico vetorial em geral acaba sendo limitado porque é algo pesado pra cacete, diferente de pixels que são aquela cor e pronto e assim normalmente quando se vê imagens em vetor elas são estilo silhueta apenas, sem os detalhes internos e tal. Por isso quando se fala em gráficos vetoriais é normal se assemelhar a silhuetas.