Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

The Novelist - Um jogo onde você é uma entidade!

Eu adoro quando criadores de jogos inventam uma forma nova de se apresentar algo, e esse é bem o caso de The Novelist, um jogo que aparentemente é extremamente clichê, porém com uma pequena mudança os criadores conseguiram fazer a ideia do jogo ficar simplesmente genial e automaticamente muito interessante. Acredito que grande parte dos gamers acaba achando no mínimo curiosa a proposta apresentada no jogo.

A história apresenta o escritor Dan Kaplan, que vai com a sua mulher, Linda e seu pequeno filho Tommy, à uma casa passar o verão em tranquilidade, ele tem que escrever um romance, porém está sofrendo de um enorme bloqueio, por outro lado sua esposa quer ter férias inesquecíveis, apenas podendo ter momentos bons com seu marido e filho e pintando quadros, enquanto Tommy deseja apenas que seu pai lhe dê mais atenção. O que essa família não sabe é que na casa vive uma entidade que os observa constantemente e analisa cada movimento, essa entidade é você.

Assumam, essa proposta é simplesmente incrível, eu realmente gostei muito de colocar uma ideia clichê como o escritor com bloqueio em uma casa de férias e a entidade, de uma forma reversa! E na jogabilidade você é um observador, que deve acompanhar os personagens e entendê-los, você tem alguns poderes e consegue possuir lâmpadas, quando isso acontece não pode ser visto e pode saltar de forma rápida entre os cômodos, sempre possuindo outras lâmpadas, mas você também pode sair a hora que quiser, porém não deve ser visto pelos membros da família Kaplan, por isso tem que ser cuidadoso.

Para entender os personagens você pode observar objetos, ler o que estão pensando nos momentos, e se conseguir se aproximar por trás deles, invadir suas lembranças e descobrir coisas novas, com isso é preciso ir juntando as peças e descobrindo novas coisas sobre aquele personagem, até descobrir o seu desejo, se os personagens tem um desejo realizado, eles ficam felizes em terem conseguido, porém cada vez ficam mais deprimidos se começam a ter apenas fracassos nas coisas que querem. Se te veem, inicialmente não entendem o que é e apenas acham curioso, por isso você tem que fugir, mas se você os encara diretamente e continua ali, eles entram em pânico e ficam com medo, como seu objetivo não é assombrar os personagens, isso pode levar ao fim do jogo.

O visual do jogo é em Cell Shader, porém achei bastante leve, não parece um desenho animado o tempo todo, é notável que os objetos são bem 3D mesmo com um toque de desenho, e quanto a isso acho que são gráficos simples, não são feios porém acho que isso só acontece devido ao leve cell shader que acabou salvando os gráficos e o deixando decente, pois se fosse 3D comuns, eu diria que os gráficos não são dos melhores.

Enfim, esse é um jogo que é mesmo puramente história, ele é um pouco lento, por isso acredito que devo recomendar apenas para jogadores que realmente gostem de ver o desenvolvimento de uma trama, porque quanto a jogabilidade ele acaba sendo bastante simples e isso pode não ser do agrado de todos, mas para os que são mais pacientes, podem acabar se apaixonando por The Novelist, quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

2 comentários:

Bruno Arce disse...

Sky,o Alpha do DayZ standalone já foi lançado na steam,você vai fazer algum tipo de primeiras impressões ou vai esperar pro game ser lançado ano que vem pra fazer analise?

Skywalkerpg disse...

Eu vou esperar um tempo, não vou ver agora não, mas com certeza vou falar sobre. =)