Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Darkout - Tente sobreviver a um mundo desconhecido!

Após minecraft ter sido lançado, uma onda de jogos semelhantes passou a aparecer, o que acaba sendo algo bom, pois imaginem se depois de Wolfenstein 3D, ninguém mais tivesse criado um jogo em primeira pessoa? É legal ver obras novas surgirem seguindo um estilo já apresentado, pois assim temos a oportunidade de ver um gênero que gostamos poder evoluir cada vez mais, isso sem contar na variedade de opções.

A história de Darkout se passar em um misterioso mundo desconhecido cheio de criaturas sensíveis à luz e onde a vida é bastante difícil. Graças a uma grande quantidade de nuvens que rodeia o planeta inteiro constantemente, a luz solar nunca chega diretamente e assim sempre se fica em um ambiente com pouca luminosidade, já as noites são extremamente sombrias e perigosas, pois é quando as criaturas saem para caçar. Você controla um humano que acaba sofrendo um acidente e a sua nave cai no lugar, sem outras pessoas e distante da civilização, a sua única opção é usar o que tem na nave para extrair recursos naturais do lugar e sobreviver, desenvolvendo coisas novas e tentando criar tecnologias mais avançadas sozinhA jogabilidade de Darkout é semelhante a de jogos que já conhecemos nesse gênero, por isso você tem algumas ferramentas iniciais e deve começar a extrair o que achar, e assim construir coisas novas. No começo pode ser um pouco complicado, já que apesar de familiar, o jogo pode ser meio complexo, porém para aqueles que já jogaram um jogo do gênero, talvez peguem rapidamente a forma de se fazer as coisas e consigam seguir em frente de forma muito tranquila.

Os gráficos são mais ou menos, o visual em si do cenário e efeitos de luz são bonitos, no entanto eu não me atraí muito pela movimentação do personagem, que parece um tanto dura demais, porém o fato de ser um jogo indie acaba tornando isso algo perdoável. Um detalhe que achei bem legal nos cenários é o fato de que tudo é gerado aleatoriamente, porém não é um jogo de quadrados, e sim um jogo em visual natural, no entanto quando você vai escavar os lugares, é notável que são quadrados que você seleciona, sendo assim os criadores fizeram uma forma das superfícies desses quadrados ficarem em conjunto com o resto do cenário, e assim o ambiente acaba parecendo mais natural.

Enfim, fica aí uma dica de jogo que achei um pouco complicado, mas que pode fazer muitos se apaixonarem, só que acho que precisa um pouco de esforço. Para quem se interessar pode dar uma conferida no site oficial do jogo.

Nenhum comentário: