Temporario



Jogos | Séries | Filmes | RPG e Tabuleiro | Animes | Creepypastas | Quadrinhos | Livros | Mapa do Blog | Sobre o Blog | Contato |

domingo, 3 de novembro de 2013

X-Blades - Um hack and slash com cara de anime

O jogo que vou postar aqui hoje segue o estilo hack and slash, ou seja aquele mesmo usado por jogos como Devil May Cry, Bayonetta, God of War e etc... E que me chamou a atenção principalmente pelo seu visual que lembra muito animes.

Você assume o papel de Ayumi, uma caçadora de tesouros que vai aos lugares mais complicados em busca de algo para se vender, isso faz com que a mesma não seja exatamente uma heroína, eu diria que está mais para uma ladra. A personagem inclusive é completamente irresponsável e em alguns momentos até mesmo mimada, agindo sem se importar com as consequências desde que ela consiga lucrar em cima disso. Essa atitude faz com que ela acabe despertando uma antiga força das trevas, que é obrigada a combater.

O jogo tem um visual realmente lindo, usando da técnica cell shader para gerar visuais muito parecidos com os de animes e dando assim uma sensação de estar realmente jogando uma animação, além disso há muitos efeitos bastante atraentes que mantém bem esse clima, por exemplo a habilidade terremoto em que a personagem dá um salto e por um instante tudo ao seu redor fica paralisado até ela cair no chão e causar dano em todas as criaturas próximas.

O jogo tem dois tipos de ataque, o direto com arma branca, e o ataque a distância usando pistolas, no entanto há também magias que você pode ir comprando e melhorando a sua personagem, no entanto essas não podem ser usadas constantemente e precisam de acumulo de energia, o que é até bom já que são bem apelões os ataques normalmente e isso ajuda a dar aquele clima de "Chegou a hora de dar a pancada final!".

A personagem principal parece uma prostituta, acho que os criadores devem ser extremamente pervertidos, já que além de usar roupas minúsculas, a parte de trás do traje da personagem quase não existe, poderia se dizer que ela é a verdadeira ninfeta sensual da morte! Hahahaha.

O jogo tem boas músicas, uma mistura entre orquestra e música eletrônica que tem tudo a ver com esse gênero e ajuda bastante na empolgação, afinal quem não acha épico lugar contra um chefe e ouvir uma orquestra tocando enquanto isso acontece, não é mesmo?

No entanto esse é um jogo que eu achei um tanto vazio, é notável que ele é bem feito e tem uma boa variação de opções, porém é um jogo que acho que acabou envelhecendo. Ele é de 2008 e provavelmente na época era bastante emocionante, ainda mais com o fato de que Bayonetta ainda não tinha sido lançado. Sendo assim as acusações sobre ser uma cópia do mesmo não tem fundamento algum.

Enfim, esse é um jogo que pode fazer pessoas apaixonadas pelo gênero hack and slash ficarem viciadas, no entanto para quem apenas acha legal eu não diria que vá se apaixonar, mas fica aí uma dica pra quem está procurando jogos parecidos com Devil May Cry.

Um comentário:

XxrickxdxX disse...

esse é um dos jogos que eu ainda pretendo jogar.

Sky, assiste Dangan Rompa ae cara